Capa da Publicação

DC fala sobre o futuro da Mulher-Maravilha em Future State

Por Gabriel Mattos

Atenção: Alerta de Spoilers!

Future State traz diversas mudanças para o universo DC, como a Mulher-Maravilha brasileira, Yara Flor. Entretanto, isso não quer dizer que a nossa querida princesa amazona, Diana Prince, está fora da jogada. Em Immortal Wonder Woman #1 (via CB) descobrimos que Diana ainda tem um papel muito importante no fim dos tempos.

Antes de falar do futuro, precisamos entender o presente. A conclusão da última saga da DC Comics, Dark Nights: Death Metal, não foi muito gentil com a Diana. Ela precisou sacrificar sua existência no presente para salvar o omniverso.

Suas histórias em Future State acontecem no extremo futuro da cronologia oficial da DC, precisamente no Fim dos Tempos. Ela é uma das únicas heroínas restantes graças a sua imortalidade e vai precisar defender o que sobrou da Terra. O Batman já não existe há muito tempo, mas entre os destroços da Batcaverna, sua memória a lembra o motivo dela ainda se importar com o mundo.

A ausência do Batman impactou muito Diana.

Já nessa primeira edição da HQ, Diana precisa enfrentar diversas situações desconcertantes. Se não bastasse a ameaça iminente de Darkseid, suas irmãs amazonas tem seu próprios planos brutais para o destino da Terra.

Mas Darkseid está mais implacável do que nunca. Ao longo da edição, ele dizima as amazonas, destrói o que sobrou do Monstro do Pântano e derrota até mesmo uma versão bem mais velha do Superman. A batalha vai ser difícil, mas Diana promete ao Monstro do Pântano que sua morte não será em vão.

Será que a Mulher-Maravilha consegue salvar sozinha o futuro do planeta? Não deixe de comentar!

Fique com:

Imagem de perfil
sobre o autor Gabriel Mattos

Redator que joga mais Switch do que deveria e já leu todo o novo cânone de Star Wars, até os livros ruins. • @gabeverse