Capa da Publicação

The Last of Us Part II: Momento triste do jogo originalmente seria diferente

Por Gus Fiaux

Atenção: Alerta de Spoilers!

Lançado há alguns dias, The Last of Us: Parte II já está dando o que falar. O jogo está dividindo a opinião dos fãs, mas continua sendo muito bem-avaliado e considerado um dos melhores jogos dessa geração de consoles. Contudo, para chegar a esse ponto, o game passou por um longo processo de desenvolvimento e várias mudanças ao longo de sua produção.

Abaixo, veja mais notícias de The Last of Us: Parte II:

Trailer de The Last of Us Part II teve cena modificada para evitar spoilers

The Last of Us Part II faz você ver o outro lado da história

[Crítica] The Last of Us Part II é um estudo sobre ódio, vingança e trauma

Em uma entrevista concedida recentemente à IndieWire, o produtor e diretor criativo do jogo, Neil Druckmann falou um pouco a respeito das mudanças pelas quais o jogo passou no processo de desenvolvimento. Ele fala que, muitas vezes, uma cena precisa ser retrabalhada para funcionar como originalmente planejado. Em seguida, ele cita o exemplo da morte de Joel, que foi alterada a pedido de Troy Baker, o dublador do personagem:

“Há muitas partes emocionantes no jogo que, durante muito tempo, não atingiam como era necessário. E toda vez é muito desafiador fazer com que isso funcione. Então às vezes é apenas um processo interativo de criação e cortar muita coisa que não era necessário. O que vem à minha mente agora é a morte de Joel. Na nossa primeira edição daquela cena, você não sentia nada. Ellie está sendo presa e Joel está olhando para ela, e temos aquela ideia de ‘cara, a mente do Joel está tão ferrada nesse momento que a única palavra saindo de sua boca é o nome de sua filha, ‘Sarah’.’ Parecia ser algo poderoso, mas quando Troy [Baker] – dou todo crédito a ele – disse: ‘Eu acho que ele não devia dizer nada’, nós gravamos as duas versões, e Troy estava certo. A cena ficou mais forte sem esse detalhe.”

Certamente, essa decisão fez muita diferença no impacto que a cena causa. A morte de Joel é um dos momentos mais desoladores de The Last of Us: Parte II, principalmente por ser o fio condutor que amarra a trama. O último olhar que o personagem dá a Ellie é angustiante, e faz com que nos sintamos diretamente na pele dos personagens.

Abaixo, veja 10 motivos que tornaram The Last of Us um jogo revolucionário:

The Last of Us: Parte II está disponível para PlayStation 4.

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux