Capa da Publicação

Final de The Last of Us Part II originalmente seria bem mais sombrio

Por Leo Gravena

Atenção: Alerta de Spoilers!

Uma das maiores críticas que muitos fãs fizeram a The Last of Us Part II envolvem Abby. A personagem tem uma longa jornada no game, contudo, mesmo com muitas pessoas tendo simpatizado com a “Wolf”, muitos outros ainda queriam que seu final tivesse sido ainda mais sombrio, com Abby morrendo nas mãos de Ellie; e isso quase aconteceu no jogo.

Veja também:

The Last of Us Part II: Estúdio quase removeu elemento controverso do jogo

Estúdio emite declaração sobre ameaças de morte recebidas por atriz de The Last of Us 2

The Last of Us: Vendas do primeiro jogo aumentaram após lançamento da Parte II

Em uma entrevista com o Game Informer, o diretor do jogo, Neil Druckmann e a chefe de narrativa Halley Gross, falaram sobre toda a controvérsia que Abby não morrer no final da história causou, revelando que, originalmente, Ellie mataria a personagem, mas que mudaram isso durante a produção.

“Quando eu entrei [na produção] tudo era bem semelhante [ao que foi lançado]”, disse Gross. “Fizemos muitas iterações de como seria o último ato, mas o final seria com Ellie matando Abby. Na metade da produção, mudamos isso e fizemos com que Ellie mudasse de ideia no último segundo para mostrar que parte da antiga Ellie, a Ellie com humanidade, a Ellie que foi impactada pelo Joel, ainda existia dentro desse personagem, que estava completamente tomada por busca por vingança”. 

Druckmann, explicou como Ellie já havia perdido muita coisa e, ao matar Abby, ela continuaria apenas a perpetuar todo o ciclo de violência que é criticado no jogo.

“Deixar a Abby viver parecia errado tematicamente no começo. Mas no fim do dia, pareceu mais honesto para a personagem. O tema e o que estamos tentando dizer mudou um pouco, mas a nossa prioridade é que estamos sendo honestos com o personagem. Tem certas coisas que estamos tentando fazer, mas que só funcionam se forem consistentes com os personagens que estamos escrevendo”.

Concorda com Druckmann e Gross? Ou acha que Abby deveria ter morrido ao final da Part II? Não deixe de comentar!

Confira também:

Imagem de perfil
sobre o autor Leo Gravena

Editor-Chefe | @LeoGravena
"...It was never going to be okay..."