Capa da Publicação

Roteirista da HQ do Batman diz que morte de personagem importante não foi ideia dele

Por Gus Fiaux

Atenção: Alerta de Spoilers!

A fase de Tom King nas revistas do Cavaleiro das Trevas parece ter chegado ao fim, mas o escritor terá que responder inúmeras perguntas, devido a todas as decisões chocantes e reviravoltas que o arco nos trouxe – em especial, a morte de um personagem muito adorado: Alfred Pennyworth. 

Num dos últimos arcos de história do autor, vimos Alfred morrendo violentamente pelas mãos de Bane. Agora, King falou ao Word Balloon sobre esse momento arrasador, e disse que a decisão não foi tomada exatamente por ele:

“Eu não tive entraves, eu tive impulsos. Eu meio que tinha esse gancho onde o Alfred, no fim, poderia morrer. E eu coloquei no roteiro: ‘claro que nós resolvemos isso e ele não morre’. E a DC respondeu: ‘Não, por quê? Por que ele não morre?’ E eu disse: ‘Bem, porque ele é o Alfred e tem que viver para sempre, porque ele é um personagem fantástico’. E só me disseram: ‘Não, não, não, não. Ele morre.'”

Veja mais notícias sobre as HQs do Batman:

HQ revela visual extravagante de novo vilão do Batman

Nova HQ do Batman mostra que grande vilão está morto

HQ do Batman apresenta novo batmóvel bizarro

King ainda falou sobre como não queria deixar o personagem morrer, mas que sabia que esse momento era necessário. Para ele, foi uma forma bem brutal de encerrar sua fase à frente da revista do Cavaleiro das Trevas:

“Não é como se eu quisesse que o Alfred morresse! Eu amo o personagem. Para mim, é um momento para mostrar, ao fim de uma longa história, a maturidade de Bruce. Bruce é obviamente definido pela morte de seus pais e como isso o levou a se tornar o Batman e fazer essas coisas insanas, que é se vestir com couro e socar pessoas todos os dias. Mas é algo insano que salvou o mundo. Aqui, ele tem a morte de seu verdadeiro pai, Alfred, e sua reação a isso não é a mesma. Isso foi o que despertou o meu interesse, mostrar o quão bem Alfred o criou.”

Claro que estamos falando de quadrinhos de super-heróis, e não deve demorar muito até que a DC decida reviver o personagem de alguma maneira, seja através de um reboot ou de alguma reviravolta inesperada. De qualquer forma, o arco forçou o Cavaleiro das Trevas a crescer e perceber que não pode ser vitorioso sempre.

Na galeria abaixo, fique com imagens das HQs do Cavaleiro das Trevas:

Batman #88 está à venda nas bancas norte-americanas, sem previsão de lançamento no Brasil.

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux