Capa da Publicação

Michael B. Jordan publica homenagem emocionante para Chadwick Boseman

Por Márcio Jangarélli

Na noite do último sábado (28), o mundo foi pego de surpresa com a notícia da morte do ator Chadwick Boseman, o Pantera Negra

Boseman faleceu depois de uma luta de quatro anos contra o câncer de cólon. Seguindo o anúncio feito por sua família em suas redes sociais, seus amigos, companheiros de trabalho e admiradores começaram compartilhar homenagens e histórias como tributo ao ator.

Agora foi a vez de Michael B. Jordan, que contracenou com Boseman em Pantera Negra, onde interpretou o rival do Rei T’Challa, Erik Killmonger. Jordan usou seu Instagram para compartilhar sua homenagem.

Eu tenho procurado as palavras certas, mas nada chega perto de como estou me sentindo. Tenho refletido sobre cada momento, cada conversa, cada risada, cada discussão, cada abraço… sobre tudo.

 

Eu queria que nós tivéssemos mais tempo.

 

Uma das últimas vezes que conversamos, você disse que estaríamos ligados para sempre e, agora, a verdade sobre essa fala tem mais significado para mim. Desde quase o começo da minha carreira, começando em All My Children, quando eu tinha 16 anos, você pavimentou o caminho para mim. Você me mostrou como ser melhor, como honrar meu propósito e criar um legado. E, você sabendo disso ou não, eu venho te assistindo, aprendendo e sendo constantemente motivado pela sua grandeza.

 

Eu queria que nós tivéssemos mais tempo.

 

Tudo que você deu para o mundo, as lendas e heróis que você nos mostrou que somos, viverão para sempre. Mas o que dói mais é que agora eu entendo o quanto VOCÊ é uma lenda e um herói. Apesar de tudo, você nunca perdeu de vista o que mais amava. Você se preocupou com a sua família, seus amigos, sua arte, seu espírito. Você se preocupou com as crianças, com a comunidade, com a nossa cultura e com a humanidade. Você se preocupou comigo. Você é meu irmão, mas eu nunca tive a chance de te falar isso ou de verdadeiramente te dar flores quando você ainda estava aqui.

 

Eu queria que nós tivéssemos mais tempo.

 

Eu estou mais ciente que nunca agora que o tempo é curto com as pessoas que amamos e admiramos. Eu vou sentir falta da sua honestidade, da sua generosidade, do seu senso de humor e dos seus dons incríveis. Eu vou sentir falta do presente que era dividir o espaço com você em uma cena. Eu dedicarei o resto dos meus dias para viver como você viveu. Com graça, coragem e sem arrependimentos. “Esse é o seu Rei?!” Sim. Ele. É. Descanse no poder, irmão.

Confira o post original abaixo:

Imagem de perfil
sobre o autor Márcio Jangarélli

Assessor, redator e jornalista. Madonna de Jakku.