Capa da Publicação

Margot Robbie diz como encontrou a personalidade certa para Arlequina

Por Guilherme Souza

Desde que a Arlequina apareceu pela primeira vez na série animada do Batman nos anos 90, a personagem se tornou uma das mais importantes para a DC Comics e ganhou o coração dos fãs ao redor do mundo. Em breve, veremos a palhacinha em uma nova aparição nos cinemas, desta vez, tentando ajudar as Aves de Rapina a derrotar o temível Máscara Negra.

Em uma recente entrevista, Margot Robbie, intérprete da personagem, falou um pouco sobre as inspirações em que ela se baseou para compor a personagem e como ela teve dificuldade inicialmente para entender a relação entre Arlequina e Coringa.

“Definitivamente existe um aspecto nela que demorou um tempo para que eu entendesse, que era o motivo dela continuar em um relacionamento abusivo,” disse a atriz à Variety. “Mas isso só me tomou um tempo de pesquisa e leitura – e então algo se encaixou no lugar. Eu li a peça ‘Fool For Love,’ e repentinamente entendi o relacionamento dela com o Sr. C de uma maneira que eu não conseguia entender antes.” 

A atriz cita que estudou casos reais de esquizofrenia que de encaixavam perfeitamente com a personalidade da personagem e que deram a ela mais liberdade na hora de atuar.

“A Arlequina é uma psiquiatra que entende doenças mentais, mas ela também é uma doente mental,” admite a atriz. “A esquizofrenia foi algo em que eu me foquei bastante, porque, na peça original, na qual eu sempre me refiro, uma das falas era ‘São as vozes na minha cabeça’. Então eu me agarro a isso – nas vozes da cabeça dela. ‘Quem são as vozes? O que elas estão dizendo? Quantas vozes existem lá e em que momentos elas falam?’ Existem relatos incríveis de mulheres que em muitos casos, eram profissionais bem-sucedidas, tinham PhD – mulheres incrivelmente inteligentes com esquizofrenia. Uma das mulheres dizia como uma das vozes na cabeça dela deu todas as respostas para a prova final de medicina para ela, por exemplo. Coisas assim, que me deixavam, ‘Ah meu Deus, isso é tão bom para a Arlequina. Isso é fascinante!”

Robbie complementa a entrevista dizendo que realmente se apaixonou pela Arlequina.

“Harley tem essa natureza imprevisível que significa que ela pode reagir de qualquer forma em qualquer situação, o que como uma atriz é um presente. Entre todas essas coisas, eu realmente me apaixonei por ela.”

Veja também:

História de Aves de Rapina não será linear, diz Margot Robbie

Canário Negro usa seu grito em novo trailer de Aves de Rapina

Aves de Rapina ganha nova prévia explosiva

Fique com imagens do filme em nossa galeria:

Aves de Rapina: Arlequina e Sua Emancipação Fantabulosa chega aos cinemas no dia 6 de fevereiro.

Imagem de perfil
sobre o autor Guilherme Souza

Outra grande manchete: 'Água, molhada!'