Capa da Publicação

James Gunn “brigou” para escalar Dave Bautista em Guardiões da Galáxia

Por Raphael Martins

Parte do motivo pelo qual Guardiões da Galáxia fez tanto sucesso nos cinemas foi a química entre os membros do elenco, que parecem cada vez mais entrosados a cada cena. Isso também é real fora dos estúdios, onde os atores do filme agem como uma verdadeira família, se ajudando e se apoiando em qualquer situação.

Um bom exemplo disso vem do ator Dave Bautista, que interpreta Drax nos filmes do supergrupo. Quando o nome do diretor James Gunn foi envolvido em polêmica, ele foi o primeiro a defendê-lo, posição que continuou mantendo até a recontratação de Gunn para Guardiões da Galáxia Volume 3.

Veja também:

James Gunn desmente rumor sobre Groot em Guardiões da Galáxia 3

James Gunn confirma retorno de Kraglin em Guardiões da Galáxia Vol. 3

Vin Diesel confirma nova versão de Groot em Guardiões da Galáxia Vol. 3

Durante uma sessão de perguntas e respostas promovida por James Gunn em seu Twitter durante o último fim de semana, ficou mais fácil entender o porquê de tanta devoção. Ao ser perguntado se teve que insistir para que o Marvel Studios seguisse sua visão e contratasse Dave Bautista para o papel de Drax, o diretor respondeu:

“Eu tive que brigar por ele – e foi a luta mais digna que eu já lutei na vida. Eu te amo e sinto sua falta, Dave Bautista.”

O Marvel Studios é conhecido por fazer valer a vontade de seus executivos doa a quem doer, independente se isso vai resultar na demissão e substituição de atores ou diretores, como aconteceu com Edward Norton em Hulk e Edgar Wright em Homem-Formiga. Então só podemos imaginar o tamanho da “briga” que James Gunn teve que encarar para se fazer ouvir e ter sua visão respeitada dentro do estúdio.

Confira também nossa lista sobre Guardiões da Galáxia Volume 3:

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael