Brothers in Arms será adaptado como uma série de TV

Capa da Publicação

Brothers in Arms será adaptado como uma série de TV

Por Raphael Martins

Após fazer sucesso nos games com vários títulos espalhados por diferentes plataformas, Brothers in Arms, franquia de guerra da Gearbox Software, está à caminho das telinhas.

Veja também:

Sam Mendes, diretor de 1917, conta sua inspiração para o filme

Filme de Call of Duty é adiado indefinidamente

Battlefield V – Novo trailer com cenas de jogabilidade revela o mapa de Roterdã

De acordo com o site The Hollywood Reporter, Brothers in Arms será adaptado como uma série de TV, e sua primeira temporada será baseada em fatos reais. Nela, veremos o infame “Exercício Tiger”, um ensaio para a invasão das praias da Normandia que deu muito errado e resultou na morte de cerca de 800 soldados.

Scott Rosenbaum (Queen of the SouthChuck) será o showrunner da série, enquanto Randy Pitchford, co-fundador  e presidente da Gearbox Software, servirá como produtor executivo. Jean-Julien Baronnet (Assassin’s Creed), Richard Whelan (Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw), e Sean Haran serão os produtores da série.

Em um comunicado à imprensa, Randy Pitchford compartilhou sua empolgação com o projeto:

“Scott [Rosenbaum] é um talento incrível. Eu tenho um tremendo respeito por ele como roteirista e showrunner e estou empolgado por ele ser parte deste projeto. Scott vai criar mais que uma série de guerra – estaremos todos à beira de nossos assentos, pois esta série será uma jornada emocional e surpreendente e sincera que ressoa através de gerações, com a irmandade como o tema que reconcilia e conecta a humanidade.”

Scott Rosenbaum também se pronunciou sobre a série:

“Estou honrado por me unir à frente deste projeto e ansioso para criar uma experiência emocional em torno de um título que significa tanto para a comunidade da Gearbox. O que me atraiu para a série foi que, enquanto é efetivamente um show sobre guerra, é na verdade sobre histórias incríveis de homens e mulheres comuns, de soldados e grupos de resistência até civis locais que são confrontados e superam situações impossivelmente difíceis e extraordinárias. Além disso, é incrivelmente excitante ser capaz de trazer essas histórias, antes confidenciais e desconhecidas, a um público que vai ficar chocado por nunca ter ouvido sobre isso antes.”

E aí, empolgados para a série?

Fique com nossa lista sobre grandes filmes de guerra:

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael