Capa da Publicação

Avatar: Entenda o que aconteceu com Suki após o final do desenho

Por Raphael Martins

Suki era uma das personagens mais interessantes de Avatar: A Lenda de Aang, e também uma das mais importantes. A “Guerreira Kyoshi” ajudou a terminar a guerra de 100 anos entre a Nação do Fogo e o resto do mundo, se apaixonou por Sokka e teve seu lugar de direito entre os amigos do avatar Aang. Mas e depois da série, o que aconteceu com ela?

Veja também:

Avatar: Criadores do desenho abandonam adaptação da Netflix

Netflix quebra silêncio sobre saída dos criadores da série live-action de Avatar

Avatar A Lenda de Aang: Artista recria cena emocionante em 3D, assista

A história de Suki continuou na forma de HQs (via CBR), que mostrou os eventos que sucederam o fim da guerra. Reconhecendo seu valor, Mai pediu à ela que protegesse o palácio real da Nação do Fogo após uma tentativa de assassinato contra Zuko, se tornando uma grande amiga do novo senhor do fogo. Temendo pela segurança dele, ela informa a Mai sobre os encontros secretos entre Zuko e Ozai, o que gera uma briga entre o casal, que acaba terminando a relação.

Depois, durante a batalha de Yu Dao, Suki foi essencial para encontrar Toph e Sokka na academia de dobra de metal Beifong, os levando até à linha de frente. Quando foi decidido que a batalha só terminaria se os dois lados cessassem seu ataque, Suki tentou ajudar Toph a subjugar os soldados da nação do fogo que estavam defendendo os cidadãos de Yu Dao contra o exército invasor do reino da Terra, enquanto Katara ia atrás dos soldados da Terra. As duas quase morreram no processo, mas foram salvas por Aang, que usou o poder do Estado Avatar para separar a geograficamente o reino da Terra e seu exército da colônia de Yu Dao.

Suki na nação do fogo

Posteriormente, em uma viagem com Sokka, ela conhece uma garota chamada Giya, que sofria perseguição no mercado de sua cidade. Suki decide ensinar a ela como se defender sozinha, contando a ela que a primeira mulher a quem Kyoshi ensinou, e que um dia originaria as Guerreiras Kyoshi, era uma mercadora como Giya, perseguida por pessoas mais fortes que ela. A menina então aceita o treinamento de Suki, que passa a ensinar ao povo o caminho das Guerreiras Kyoshi.

Em outra aventura, Suki descobre um plano para derrubar Zuko como senhor do fogo, traçando um plano para interceptar Zuko antes que os inimigos, chamados de “Nova Sociedade Ozai”, o emboscassem. Infelizmente, eles caem na armadilha, mas escapam dela graças às poderosas técnicas de dobra de fogo de Zuko e à ajuda de Mai, tio Iroh e Ty Lee. Com isso, a relação entre Zuko e Suki se torna ainda mais forte, e ela até mesmo dá a ele a localização de Mai, caso ele queira visitá-la depois que eles terminaram seu namoro.

Depois, Suki e os outros membros do time avatar vão até a cidade de Cranfish Town, para resolver um conflito entre dobradores e não-dobradores. Depois de uma grande batalha contra Liling, líder dos supremacistas dobradores, os soldados não-dobradores do local pedem que Suki os ensine suas técnicas de bloqueio de chi, aprendidas com Ty Lee. Ela também acaba ensinando isso à Ru, filha de Liling, que usa as técnicas para de defender durante a batalha final. O povo da cidade pede para que Suki permaneça por lá e ajude a policia à manter a paz.

E este foi o fim de Suki, que terminou como uma grande heroína, protegendo os inocentes, garantindo a paz e honrando o legado das Guerreiras Kyoshi.

Confira 10 acontecimentos de Avatar contados em HQs e livros:

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael