Capa da Publicação

Avatar: Criadores do desenho abandonam adaptação da Netflix

Por Raphael Martins

Apesar de ter terminado há 12 anos, Avatar: A Lenda de Aang continua muito popular entre os fãs, que nunca conseguiram esquecer as aventuras de Aang e seus amigos. Uma prova da força da série é a produção de uma adaptação da história em live-action, feita pela Netflix. Mas hoje os criadores da animação anunciaram que abandonaram o novo projeto.

Veja também:

Avatar: Entenda por que a morte de Jato foi ambígua

Avatar A Lenda de Aang: Artista recria cena emocionante em 3D, assista

Avatar: Livro de Kyoshi introduz nova sub-dobra da Terra

Em seu Instagram, Bryan Konietzko comunicou que tanto ele quanto Michael DiMartino, criadores do desenho, não estarão mais envolvidos em nenhuma instância com a produção da série com atores.

Fugindo da justificativa padrão de “diferenças criativas” com a Netflix, Konietzko explicou a decisão de abandonar o projeto:

“Esta foi provavelmente a decisão mais difícil que eu já fiz, mas não há um pingo de dúvida na minha mente de que essa foi a escolha correta. Quando a Netflix me colocou à bordo para comandar essa série junto com Mike [DiMartino] há dois anos, eles fizeram publicamente a promessa de apoiarem nossa visão. Infelizmente, eles não cumpriram a promessa. Embora eu estivesse trabalhando com algumas pessoas incríveis, tanto do lado da Netflix quanto do nosso pequeno time, o tratamento geral que o projeto recebeu foi o de um ambiente muito negativo e sem apoio.

 

Para ser claro, não era uma simples questão de fazer do nosso jeito. Mike e eu somos pessoas colaborativas, não precisamos que todas as ideias venham de nós. Contanto que nós sintamos que essas ideias estejam em alinhadas com o espírito e a integridade de Avatar, nós as abraçaríamos alegremente. Contudo, no fim das contas passamos a acreditar que não seríamos capazes de guiar significativamente a direção da série.”

Na mesma postagem, Konietzko escreveu que, embora esteja desapontado sobre como as coisas aconteceram, ele é grato pela oportunidade que teve e torce para que os membros da equipe que continuaram no projeto possam fazer um bom trabalho:

“Espero que eles tenham a chance de fazerem o melhor trabalho possível com a série. Talvez a equipe que permaneceu ainda possa ser capaz de fazer algo que tanto os fãs do original quanto o novo público possam aproveitar.”

Em uma outra carta direcionada aos fãs, Michael DiMartino disse que, neste ramo, projetos e planos mudam o tempo todo, mas que assim como um nômade do ar, ele tenta se adaptar, deixar as falhas para trás e seguir em frente. Ele escreveu:

“E quem sabe? A adaptação com atores de Avatar tem potencial para ser boa. Pode acabar se tornando uma série que muitos de vocês podem acabar gostando. Mas o que eu posso ter certeza é que, independente da versão que vá para as telas, ela não será o que eu e Bryan planejamos ou tínhamos a intenção de fazer.”

A adaptação da Netflix de Avatar: A Lenda de Aang ainda não tem nenhuma previsão de estreia, tampouco de início das filmagens.

Não deixe de conferir nossa lista:

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael