Diretor de Assassin’s Creed: Valhalla fala sobre conexões com Origins e Odyssey

Capa da Publicação

Diretor de Assassin’s Creed: Valhalla fala sobre conexões com Origins e Odyssey

Por Gus Fiaux

Neste ano, a Ubisoft vai trazer de volta uma de suas franquias mais amadas com Assassin’s Creed: Valhalla. O jogo vai expandir a saga para os tempos nórdicos, trazendo um novo assassino principal em uma história completamente original, que dá continuidade ao que franquia está fazendo desde os jogos Origins Odyssey. Agora, em uma nova entrevista, o diretor narrativo do jogo, Darby McDevitt, falou um pouco a respeito de como o game vai se conectar com os outros jogos.

Abaixo, veja notícias de Assassin’s Creed: Valhalla:

Assassin’s Creed Valhalla ganha trailer épico, assista

Assassin’s Creed: Valhalla é anunciado e ganha primeira arte oficial

Criador de God of War fala sobre comparações ao novo Assassin’s Creed

De acordo com ele, é uma expansão desse universo, mas que também se ligará aos lançamentos anteriores:

“No que diz respeito à história [de ‘Valhalla’], nós continuamos a história que começamos em ‘Origins’ e demos continuidade em ‘Odyssey’. Nós pegamos aquilo e construímos de uma maneira bem grande. Nós também pensamos muito a respeito de como conectar esses jogos, ao menos a mitologia de todos os jogos, para sentir que tudo que fizemos nos games possui pequenas conexões nesse novo jogo. Mesmo se você for um fã ferrenho da série e for começar a escavar o que está além da superfície, pode demorar um ano para realmente perceber todos os detalhes que trouxemos à vida.”

Ele explicou um pouco mais dessa conexão e como o jogo se liga aos capítulos anteriores da saga. De acordo com Darby, a história tem pequenos detalhes que só serão encontrados depois que os jogadores completarem todo o modo de história:

“Nós realmente tentamos fazer de uma forma que não é uma conexão barata, um easter-egg ou uma simples nota de rodapé no mapa dizendo ‘Edward logo estará aqui’. Nós tentamos desenvolver o mundo e narrativa de forma que tudo se conecte. As pessoas que fazem toda a campanha, que já fizeram 100% da história, eles levarão algumas semanas para ver todos os detalhes que colocamos aqui. Então não é apenas uma conclusão da história de Odyssey, é realmente uma boa reunião de tudo que aconteceu até agora.”

Por fim, ele também deu a entender que o capítulo vai encerrar a história começada por Origins. Por mais que ele não queira dar a entender que o jogo é o último de toda a franquia Assassin’s Creed, parece que Valhalla realmente será uma grande culminação de tudo o que foi feito até agora, para amarrar todos os pontos soltos da saga de vez:

“Eu não quero passar a impressão de que é o último jogo [da franquia]. Isso é algo que eu quero evitar, mas é um bom resumo.”

O resultado veremos no final deste ano, com o lançamento do jogo por volta do Natal. Anunciado na última semana, o jogo já foi confirmado tanto para consoles desta geração, como o PlayStation 4 e o Xbox One, como também para a próxima geração, tanto no Xbox Series X quanto no PlayStation 5.

Abaixo, veja 10 coisas para fazer em Assassin’s Creed: Odyssey além do modo campanha:

Assassin’s Creed: Valhalla será lançado no final de 2020.

Fonte: CB

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux