Capa da Publicação

Arlequina mata famoso vilão da DC em sua série animada

Por Raphael Martins

Harley Quinn, a série animada da Arlequina produzida para a plataforma DC Universe, causou uma ótima impressão entre fãs e críticos em sua primeira temporada por apresentar histórias cheias de humor, violência e nenhuma noção. Dito isso, todos esperavam que o ritmo continuasse o mesmo em seu segundo ano, o que felizmente acabou acontecendo.

Logo no primeiro episódio da segunda temporada, que se passa três semanas após o fim da primeira, a palhacinha do crime mata um dos mais famosos vilões da DC de uma forma brutal: trata-se do Pinguim, que partiu desse mundo de uma maneira nem um pouco tranquila.

Veja também:

Série animada da Arlequina mostra Mulher-Gato em trailer da segunda temporada

Punchline rasga o pescoço de Arlequina em nova HQ

James Gunn conta como será a Arlequina em O Esquadrão Suicida

O episódio, que se chama “Nova Gotham”, mostra Gotham City totalmente devastada e abandonada pelo governo americano após a grande destruição que seguiu a derrota do Coringa. Com a Liga da Justiça desaparecida, os vilões da cidade lutam por território, formando uma espécia de “Liga da Injustiça”, e o Pinguim é um dos mais proeminentes neste novo cenário.

A Arlequina não gosta nada disso, mas antes que possa fazer alguma coisa, é congelada pelo Senhor Frio e usada como decoração na base do Pinguim. Felizmente para a vilã, seus amigos aparecem para resgatá-la. Ao se libertar, ela arranca o nariz do Pinguim na base da dentada, para depois atravessar o pescoço do vilão com um pedaço de seu taco quebrado. Confira:

Definitivamente, a série animada não demorou para mostrar a que veio, e o que podemos esperar a seguir é ainda mais caos, sangue, loucura e risadas.

Aqui embaixo te damos dez motivos para assistir a série:

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael