Capa da Publicação

Mulher-Hulk: Tudo que você precisa saber sobre a Defensora de Heróis

Por Leo Gravena

Jennifer Walters é prima de Bruce Banner, o Hulk, e também é uma das mais adoradas heroínas da Marvel. Isso tudo tem um motivo — além de forte, ela é divertida, confiante, bela e inteligente. E em agosto, a Mulher-Hulk vai ser a protagonista de sua própria série no MCU, como a advogada irreverente dos super-heróis.

Conheça mais sobre a personagem e, provavelmente, algumas coisas que você não sabia sobre a Mulher-Hulk, que em breve ganhará uma série solo do Disney+.

Imagem de capa do item

Criação e primeira aparição

A Mulher-Hulk, ou She-Hulk no original, foi criada por Stan Lee e John Buscema. Ela apareceu pela primeira vez diretamente em uma revista própria, Savage She-Hulk #1, publicada em novembro de 1979.

Assim como a Mulher-Aranha e outros personagens, a Mulher-Hulk foi criada, principalmente, para proteger a marca registrada da personagem. O seriado do Hulk nos anos 70 era tão popular que o criador decidiu introduzir uma Hulk mulher na série. Assim a Marvel correu para criar uma Hulk do sexo feminino, garantindo a marca registrada e direitos autorais da personagem para que outros não fizessem o mesmo.

Imagem de capa do item

Origens

No início, Jennifer Walters era a dócil e tímida prima advogada de Bruce Banner, filha de um xerife de uma cidade pequena. Por esse motivo, ela acabou sendo baleada por um chefe do crime querendo se vingar de seu pai. Mas, neste mesmo dia, seu primo estava na cidade e como ele era a única pessoa com o tipo sanguíneo compatível disponível, uma transfusão foi feita. Com o sangue radioativo, Jennifer se transformou na Sensacional Mulher-Hulk!

Mesmo, originalmente sendo tão selvagem quanto seu primo no estado de Hulk, com o tempo ela ganhou controle e ao se transformar, continuava com o mesmo nível de inteligência que tinha quando Jennifer Walters. Ela rapidamente passou a se sentir mais confortável com seus poderes, além de se sentir confiante e assertiva. Com o tempo, ela passou a se sentir bem em ambas as formas, sabendo que em cada uma delas podia fazer a diferença no mundo.

Imagem de capa do item

Mulheres-Hulk variantes

Além da Mulher-Hulk Vermelha, Jennifer Walters divide o título de Mulher-Hulk com Lyra, a filha de Hulk com Thundra que veio do futuro da Terra-8009, mandada para a Terra-616 (continuidade principal da Marvel) para encontrar o mais forte guerreiro e... “Procriar” com ele.

Ela acabou gostando do universo 616 e criando uma boa amizade com a Mulher-Hulk, principalmente porque em seu futuro, propagandas de Jennifer Walters transformaram a Mulher-Hulk original em uma inspiração para jovens garotas.

Imagem de capa do item

Defensora de Heróis

Claro que também temos o Demolidor, que vez ou outra aparece fazendo algum serviço legal para um colega herói, porém é a Mulher-Hulk que todos chamam quando a coisa fica feia. Ela já ajudou diversos heróis com problemas legais. Principalmente porque ela trabalhava para a divisão super-humana da “Goodman, Lieber, Kurtzberg & Holliway”.

Em uma de suas revistas famosas, ela ajudou o X-Man Estrela-Polar a lidar com uma possível deportação. E, para o delírio dos fãs, também acabou lutando contra o Demolidor - tanto na corte, como fora dela - pela inocência do Capitão América. Este momento épico vai ser adaptado em sua série em breve.

Imagem de capa do item

Quebra da 4ª Parede

Vez ou outra, a Mulher-Hulk, assim como alguns outros personagens da Marvel (estamos olhando para você, Deadpool) quebra a quarta parede e conversa com os leitores. Na série, a principal inspiração das produtoras é Fleabag, o hilário sucesso da Prime Video.

Uma das mais memoráveis ocasiões em que isso ocorreu nas HQs foi na one-shot “Mulher-Hulk: Sensacional”, que comemora os 30 anos de criação da heroína. Na história Jennifer conversa com os leitores e discute com eles sobre o cancelamento de sua revista em 2008, Lyra tomando seu nome, ter entrado e saído de mais equipes que o Wolverine e seus romances. É uma revista excelente para qualquer fã que queria saber mais sobre a personagem e parece ter influenciado bastante a criação da série.

Imagem de capa do item

Romances

Jennifer Walters já teve muitas conquistas amorosas. Ela já teve relacionamentos com o Hércules, Tony Stark, Starfox, John Jameson, além de ter ficado noiva de Wyatt Wingfoot.

Mesmo sendo uma cena bem famosa, o escritor Dan Slott disse que a heroína nunca teve relações com o Fanático, mas sim que foi uma versão alternativa da personagem. Além disso, ela já pegou no bumbum do Wolverine e disse ser bem durinho!

Em uma interessante conversa com Tony Stark, ela pergunta como ele consegue dormir com várias pessoas e ser chamado de “pegador” enquanto quando ela faz isso, é chamada de “vadia”. Ela pergunta se isso não é a imposição de um código moral para padrões de comportamento restritivos e diferentes para as mulheres, especialmente quanto a sexo. Porém, quando Stark vai dar uma resposta, eles são atacados.

Imagem de capa do item

Vingadora e além

A Mulher-Hulk, atualmente, está com os Vingadores, porém, Jennifer Walters já fez parte de diversas equipes.

Dentre elas: os Vingadores Poderosos, Força-V, Quarteto Fantástico, Fundação Futuro, Incríveis Hulks, Heróis de Aluguel, Quarteto Terrível, S.H.I.E.L.D., Defensores (tanto da Iniciativa quanto a equipe do Dr. Estranho), Hulkbusters, Libertadoras, Noivas de Set e a Antiga Ordem do Escudo. Isso sem falar das diversas aparições que fez em diversos outros títulos e quando lutou com outras equipes.

Imagem de capa do item

Inteligência de milhões

Mesmo criada em uma época em que o Universo Marvel sofria de uma disparidade ainda mais grave de gênero, a Mulher-Hulk ainda consegue ser uma das personagens mais brilhantes da editora. Ela é uma das poucas heroínas doa Marvel a ter uma pós-graduação avançada, além de ter estudado direito na UCLA.

É revelado em Selvagem Mulher-Hulk que Jennifer também estudou direito em Harvard para complementar sua graduação na UCLA. Além de sempre mostrar muita versatilidade em sua prática legal, representando réus criminais, corporações e até mesmo vítimas de violência doméstica.

Imagem de capa do item

Mulher-Hulk Cinza

Assim como o Hulk, a Mulher-Hulk também tem uma versão cinza. Quando está neste estado, Jennifer perde totalmente o controle de si, é muito maior e mais forte, além de ter um padrão de fala primitivo, semelhante ao do Hulk.

A versão voltou de uma forma ainda mais violenta e agressiva no Vol. 4 de Hulk, quando após a morte de Bruce e uma luta com Thanos que a deixou gravemente ferida, Jennifer assumiu o manto de Hulk, porém também começou a perder o controle de suas habilidades. Depois de um tempo, contudo, a heroína voltou ao normal, e Bruce voltou dos mortos, como costuma acontecer nas HQs.

Imagem de capa do item

Filme cancelado

Um filme da Mulher-Hulk era planejado para o final dos anos 80. A Marvel estava interessada em produzir um filme dela por anos devido ao sucesso da série animada e do seriado do Hulk. Na época, a Marvel ainda não tinha a verba que eles tem hoje para um filme de grande orçamento. Assim, eles tentaram procurar financiadores para os projetos.

A “New World Pictures”, atualmente falida, era o principal estúdio interessado. Sabendo que filmes com uma protagonista feminina eram difíceis de serem vendidos na época, a Marvel contratou a gigantesca atriz Brigitte Nielsen para posar em algumas fotos como a Mulher-Hulk. Sem sucesso, a Marvel tentou levar o projeto para a Europa, porém não houve ninguém interessado. No fim, as fotos foram parar em algumas revistas, fazendo com que a personagem se tornasse bem mais popular.

Imagem de capa do item

Universo Cinematográfico da Marvel

E agora finalmente chegou a hora da heroína brilhar em live-action. Mulher-Hulk: Defensora de heróis, anunciada em 2019, finalmente chegará ao Disney+ em 17 de agosto. A trama vai mostrar como Jennifer treinou com Bruce para se controlar seus poderes de Hulk e também a vida da heroína nos tribunais.

A série será a primeira grande comédia televisiva do MCU, mostrando as dificuldades de namoro e outras situações cotidianas da personagem. E ainda contará com diversas participações especiais, como Wong, Abominável e Demolidor.

Imagem de perfil
Leo Gravena

Editor | Ele/Dele | @LeoGravena
Escrevo sobre cultura geek na internet desde 2012
"Don't look back -- the past is exactly where it belongs."