Os 10 martelos mais poderosos do Thor

Capa da Publicação

Os 10 martelos mais poderosos do Thor

Por Junno Sena

Entre equipes formadas apenas por Thors e variantes do deus asgardiano ao longo dos anos, o deus do trovão empunhou diversas armas. Além do Mjolnir e a Rompe-Tormentas, Odinson acumulou uma grande variedade de “ex’s” pelo caminho. 

Separamos os 10 martelos mais poderosos que já passaram pela vida do asgardiano. Preparado para conhecer todo o poder do herdeiro de Odin? Confira a lista abaixo!

Imagem de capa do item

Mjolnir de Ragnarok

“A loucura é pensar que qualquer Thor verdadeiro lhe permitiria viver. Não há loucura, apenas justiça. Eu sou Ragnarok”. Alguns podem achar que Ragnarok é apenas o nome do evento cataclísmico da mitologia nórdica, mas também é o nome do clone de Odinson feito por Stark, Reed Richards e Henry Pym, o qual na época era um impostor Skrull.

Seu martelo, apesar da natureza tecnológica, ainda era capaz de canalizar raios e manipular, em certo nível, o clima. Após seu martelo ser destruído, Ragnarok conseguiu uma versão da Terra 13584.

Imagem de capa do item

Stormcaster

Apresentado pela primeira vez em Uncanny X-Men Annual #9, de Chris Claremont e Art Adams, Stormcaster foi um substituto temporário para os poderes da Tempestade. Dado a ela por Loki, o objeto fez com que Ororo seguisse as ordens do deus asgardiano.

Imagem de capa do item

Thunderstrike

Dado a Eric Masterson pelo próprio Odin após o fim de Eric como Thor, o artefato foi feito do mesmo minério composto pelo Mjolnir, Uru. A maior diferença entre Thunderstrike e o Mjolnir é o fato desta arma não ser exatamente um martelo. Com uma “cabeça chata”, Thunderstrike concedia a habilidade de voar e invulnerabilidade a Eric, mas lhe faltavam alguns poderes base de Thor.

Um exemplo é como a arma, ao invés de invocar raios, conseguia apenas lançar explosões de energia e uma luz ofuscante.

Imagem de capa do item

O martelo da “Garota Thor”

Antes de Jane, havia Tarene. Porém, diferente de boa parte dos personagens que tomaram a alcunha de Thor, a “Garota Thor” fez o seu próprio martelo. Resgatada por Thor das mãos do titã louco, Thanos, Tarene construiu seu martelo e se nomeou “Thor Girl”, em homenagem ao seu salvador.

Banhado em ouro, os poderes do mesmo vinham das habilidades divinas de Tarene. Há quem diga que essa característica tornou o artefato mais poderoso que o Mjolnir em determinado momento.

Imagem de capa do item

Crusher

Já pensou em ir para Asgard fazer um documentário e terminar virando um deus? Roger “Red” Norvell conseguiu essa proeza. Como parte de uma equipe de filmagem em Asgard, o cameraman Red se viu manipulado por Loki. Em busca de encontrar alguém a altura do poder de Thor, Loki arquitetou um plano para fazer com que o homem conseguisse erguer o Mjolnir.

Entre artimanhas contra Thor, Red acabou morrendo em Thor #278. Porém, em Thor #478, Red foi ressuscitado por Odin, em busca de um novo protetor para Asgard. Junto, lhe foi dado Crusher que, fora algumas mudanças em seu visual, é igual ao Mjolnir.

Imagem de capa do item

Martelo Indigno

Introduzido pela primeira vez em Avengers #5, o Martelo Indigno é uma versão distorcida do Mjolnir para “garotos marotos”. Quem o empunha é o Thor da Terra 14325, integrante dos Vingadores tiranos daquele universo.

O martelo acabou ficando na Terra 616 após o seu portador ser enviado para outra realidade. Porém, o artefato acabou sendo utilizado novamente. O Thor da “nossa realidade” foi capaz de erguê-lo após se tornar indigno e perder o Mjolnir.

Imagem de capa do item

Thorion

O saudoso Universo Amálgama… Misturas complicadas e confusas de personagens dos universos da Marvel e DC. Thorion é a junção de Thor e o personagem Orion da DC. Não há grandes informações sobre o personagem, mas sabe-se que seus poderes eram surpreendentes devido ao martelo e origem.

Sendo uma força cósmica capaz de absorver energias como a da Caixa Materna, esse é um martelo que nenhum outro gostaria de rivalizar.

Imagem de capa do item

Martelo de Skadi

Esse é para os que gostam de um bom design rebuscado. Em 2011, durante o evento A Essência do Medo, diversos martelos caíram do céu, cada um com habilidades semelhantes às do Mjolnir, porém com aquele conhecido plot maligno.

Entre tantos, o de Skadi se destacou pelo seu visual, mas também pelos poderes. O objeto reunia as habilidades do deus do raio e da tempestade do paganismo eslavo, Penun, além da capacidade de teletransportar seu portador e projetar energia.

Imagem de capa do item

Rompe-Tormentas

A introdução à versão dos quadrinhos da Rompe-Tormentas pode ser diferente, mas não deixa que a mesma perca seu potencial. Quando Thor e Bill precisaram lutar pelo título de Thor, Odin se colocou em meio ao conflito e decidiu dar uma nova arma a Bill.

O deus asgardiano então pediu a Eitri para criar o Rompe-Tormentas, um martelo que poderia igualar a força do Mjolnir. Diferente da versão do Universo Cinematográfico da Marvel, a Rompe-Tormentas de Bill Raio Beta é feito de Uru e é banhado em ouro, dando um toque elegante à arma de Bill. Já Thor continuou com o bom e velho Mjolnir. Vantagem ou desvantagem?

Imagem de capa do item

Mjolnir

Martelos podem cair do céu, mas sabemos para qual martelo Odinson sempre parece retornar, certo? Mjolnir já teve momentos melhores, mas ainda assim surpreende por não ser apenas uma arma, mas um artefato que impulsiona narrativas.

Queira ou não, ele é quem escolhe seu portador e, boa parte das tramas envolvendo a dignidade de Thor, começaram com o fato do deus não conseguir erguê-lo. Característica que por si só torna esse objeto tão poderoso quanto nocivo para seu portador. Sendo necessária apenas uma ponta de dúvida e um novo Thor terá que surgir.

Imagem de perfil
Junno Sena

Pós graduando em Antropologia com o raio problematizador ligado no 120. Assiste filme trash para relaxar e dorme cantarolando a trilha sonora de A Hora do Pesadelo. Blaxploitation na veia e cinema coreano no coração. Atualmente mora em Petrópolis, RJ. Ele | Elu