Peacemaker: James Gunn explica motivo para Pacificador ganhar sua própria série

Capa da Publicação

Peacemaker: James Gunn explica motivo para Pacificador ganhar sua própria série

Por Chris Rantin

Antes mesmo de O Esquadrão Suicida ser lançado — e arrancar inúmeros elogios dos fãs e dos críticos –, James Gunn já estava trabalhando na série derivada do Pacificador. Agora, faltando pouco para Peacemaker fazer sua estreia no HBO Max, o diretor finalmente explicou por qual motivo o anti-herói vivido por John Cena foi escolhido para protagonizar um derivado do filme.

Em O Esquadrão Suicida conhecemos vários anti-heróis e vilões fascinantes, e entre figuras bem humoradas e carismáticas temos o Pacificador. Um personagem metódico que acredita que, apesar dos seus atos vilanescos, ele está contribuindo pela manutenção da paz — o que explica seu codinome.

Ao longo do filme, o anti-herói é baleado por Sanguinário e termina sendo designado para alguns funcionários de Amanda Waller como uma espécie de punição por sua insubordinação. Sua série solo, no entanto, planeja explorar as origens do personagem e mostrar um lado ainda mais cômico dele.

O Pacificador em O Esquadrão Suicida.

Contudo, os fãs continuaram se perguntando por qual motivo James Gunn escolheu dar uma série solo para o personagem, levando em conta que haviam outros personagens mais interessantes no seu filme. Em uma conversa com o Supes, o diretor se explicou:

“Pra começar, eu realmente me dei bem com o John Cena. Nós nos tornamos bons amigos,” disse. “Ele é um cara divertido e eu achei que seria divertido continuar trabalhando com ele.” 

Gunn continuou:

“Eu também acho que muitos dos outros personagens que nós vimos em O Esquadrão Suicida passaram por grandes mudanças,” ressaltou. “Caça-Ratos 2 mudou muito. Sanguinário mudou muito. Homem das Bolinhas mudou muito. Mas o Pacificador meio que continuou o mesmo FDP que nós vimos no começo do filme. E eu sabia que havia muita profundidade para explorar nesse personagem. John e eu tivemos conversas sobre a origem desse personagem, quem ele era, quem foi seu pai e todas essas coisas diferentes que nós não conseguimos ver no filme. Então, eu sabia que havia muita história nele para ser explorada.” 

A primeira temporada de Peacemaker chega à HBO Max no dia 13 de janeiro.

Veja também:

Imagem de perfil
sobre o autor Chris Rantin

Jornalista • Editor • Mestrando em Comunicação pela UEL • Instagram e Twitter: @Chris_Rantin • "Eu sou o fogo e a vida encarnados. Agora e para sempre eu sou a Fênix!"