Capa da Publicação

Mulher-Maravilha: O motivo pelo qual os primeiros quadrinhos da heroína da DC foram banidos

Por Nick Narukame

Os quadrinhos da Mulher-Maravilha são um sucesso no mundo todo atualmente. Mas, o que poucos sabem é que as histórias da princesa Diana já foram banidas por causa da censura da época de seu lançamento, sendo qualificadas como HQs “imprópria para jovens”.

Um dos motivos de censura seria pelas roupas vestidas pela protagonista. Segundo a National Organization for Decent Literature, um grupo extremamente influente entre as décadas de 1930 e 1960, a heroína não estaria “vestida adequadamente” para que as HQs continuassem em circulação (via Mic).

Outro ponto que levou a história a sofrer censuras seria a sexualidade de Diana. Segundo a autora Jill Lepore (A História Secreta da Mulher-Maravilha), a HQ foi acusada de “incitar o lesbianismo” durante audiências no Congresso sobre Delinquência Juvenil.

Mulher-Maravilha de capa e segurando um escudo.

Segundo a censura da época, Diana não estaria “vestida adequadamente”.

Claro, para além de sua estreia na década de 1940, a obra abordou aspectos sobre a sexualidade das amazonas de modo geral. Levando em consideração que Themyscira, lar das guerreiras, é um local formado só por mulheres, o conceito de “homossexualidade” e “heterossexualidade” não existiriam da mesma forma que conhecemos e não seria incomum relacionamentos amorosos entre elas.

As HQs também foram amplamente criticadas pelo excesso de correntes prendendo Mulher-Maravilha em suas primeiras edições, por possíveis fetichizações e afins. Porém, o autor, que nunca escondeu se basear no movimento das sufragistas – primeiras ativistas feministas do século XIX, explicou que essa analogia é simbólica.

O fato de Mulher-Maravilha perder os poderes ao ser amarrada por um homem e precisar se livrar de correntes para alcançar seu potencial máximo seria uma referência a como as mulheres precisavam – e ainda precisam – reconhecer suas amarras e se libertar delas para descobrirem quem são de verdade e o que querem ou não ser.

Hoje em dia, as coisas são muito diferentes de como eram no século passado, mas censuras a quadrinhos que buscam representar o mundo como ele é ainda são alvos de ataque por parte de instituições. Exemplos do ano passado, aqui no Brasil, não nos deixam mentir.

Aproveite e confira também:

Imagem de perfil
sobre o autor Nick Narukame

Graduada em Letras pela UFF, moradora do fim do mundo, escritora amadora e cosplayer sem talento. Dotada com o superpoder de fazer as piadas mais sem graça da face da terra. Se quiser alimentar, dê chocolate. || @narukamenick