Capa da Publicação

As Meninas Superpoderosas: A série live-action da CW ainda vai sair?

Por Leo Gravena

No passado, uma série de As Meninas Superpoderosas estava sendo produzida pela CW, com o episódio piloto tendo sido gravado e, logo depois, regravado. Após o roteiro vazar e várias criticas surgirem na internet, o projeto foi engavetado e Chloe Bennet, uma das protagonistas, acabou abandonando a produção. Ainda assim, parece que a trama ainda está em desenvolvimento.

De acordo com o TV Line em uma coluna de “fofoca” no qual os jornalistas do site, que sempre é extremamente confiável nesse quesito, respondem perguntas dos fãs sobre as mais diferentes séries e minisséries da TV e Streaming, o destino de “Superpoderosas” – e se o projeto realmente estava morto – foi questionado, ao foi respondido que a trama “ainda está em uma forma de desenvolvimento”.

O que isso significa, ainda não sabemos, mas tudo indica que a CW não desistiu da ideia. Ainda assim, é difícil imaginar que Superpoderosas retorne como a trama mais descompromissada e “camp”, como era planejado originalmente, dada a reação do público na internet; assim, é bem possível que o canal decida mudar a direção da trama.

Atrizes de As Meninas Superpoderosas durante as filmagens do piloto

O piloto da série das Meninas Superpoderosas, que seria chamado apenas de Superpoderosas, trazia a Florzinha (Chloe Bennet), Lindinha (Dove Cameron) e Docinho (Yana Perreault) já adultas. As personagens se ressentem por terem perdido sua infância na luta heroica contra o crime, e agora estão tentando lidar com isso.

Com o roteiro de Heather RegnierDiablo Cody, que também seriam produtoras executivas, o piloto da série não foi aprovado pela CW mesmo após alterações e regravações, principalmente após as diversas críticas depois do roteiro ter vazado na internet, trazendo uma história cheia de humor ácido e piadas sexuais.

Mesmo caso a série volte de uma nova forma, é bem provável que Dove Cameron e Yana Perrault também não estejam mais envolvidas com o projeto, assim como as criadoras e roteiristas da trama original, Heather Regnier e Diablo Cody.

Fique com:

Imagem de perfil
sobre o autor Leo Gravena

Editor | @LeoGravena
Escrevo sobre cultura geek na internet desde 2012
"Don't look back -- the past is exactly where it belongs."