Capa da Publicação

Xbox: Microsoft revela que não ganha nada com a venda dos consoles

Por Leo Gravena

Durante a batalha judicial entre a Epic Games contra Apple, a vice presidente do Xbox, Lori Wright foi chamada para testemunhar que a Microsoft não possui nenhum lucro com as vendas dos consoles da Xbox, além de explicar que essa é uma boa estratégia de marketing.

Wright foi chamada como uma testemunha neutra no caso, trazendo sua experiência na indústria dos jogos. Ao ser questionada pelo advogado da Epic Games, Wes Earnhardt, sobre a margem de lucros da Microsoft na venda dos consoles da Xbox, ela respondeu (via IGN): “Nós não temos [lucro]. Vendemos os consoles perdendo dinheiro”. Ao ser perguntada se a Microsoft já havia lucrado com a venda de um console, Wright voltou a confirmar que não.

A estratégia da Epic em relação ao testemunho de Wright era mostrar que para os gigantes da indústria de jogos e produtores de consoles, ter 30% da divisão da receita é algo necessário, contudo, para uma empresa como a Apple, que vende seus produtos e lucra bastante com eles, não é.

Lori Wright, vice presidente da Xbox, explicou que a Microsoft não lucra nada com a venda dos consoles.

De acordo com o testemunho de Wright, a Microsoft fatura em cima de serviços adicionais e serviços de subscrição presentes nos consoles, mas não em sua venda. Ela também explicou que a empresa não lucra com a venda dos consoles pois eles conseguem essa diferença através da experiência “end-to-end” dos consoles – na qual o consumidor continua comprando serviços após a compra inicial – e que os consoles são críticos para eles entregarem essa experiência, através de serviços como o Xbox Live e o Xbox Game Pass.

O processo da Epic Games contra a Apple começou no ano passado, mas o pré-julgamento começou apenas em 3 de maio. Nele, a Epic Games tenta provar a inequidade das práticas relacionadas às vendas na loja do iOS, com 30% de todo o valor feito, tendo se que ser repassado para a Apple. Quando a Epic tentou ultrapassar essa regra, fazendo com que os jogadores pudessem comprar produtos diretamente no site do jogo por um preço reduzido, a Apple o removeu de todos os seus aparelhos.

Confira também:

Imagem de perfil
sobre o autor Leo Gravena

Editor | @LeoGravena
"...It was never going to be okay..."