Capa da Publicação

World of Warcraft: Atualização remove conteúdo controverso do jogo

Por Melissa de Viveiros

Há cerca de dois meses, a Activision Blizzard começou a enfrentar sérios problemas ao ser processada pelo governo da Califórnia, que acusava a desenvolvedora de jogos de uma cultura sexista em seu ambiente de trabalho. As acusações foram direcionadas principalmente ao chamado Team 2, equipe responsável por World of Warcraft. Agora, desenvolvedores da equipe tomaram a iniciativa de mudar diversos elementos do jogo em busca de refletir o ambiente inclusivo que querem criar, tanto dentro quanto fora de Azeroth.

As mudanças começaram a ser divulgadas por sites de conteúdo especializado sobre o MMO, antes de a equipe por trás das alterações se manifestar sobre o assunto. Embora o assunto tenha dividido os jogadores, com muitos argumentando que as mudanças são desnecessárias, exageradas ou que não fazem diferença quanto ao problema real que a empresa enfrenta, os desenvolvedores explicaram tanto na carta quanto em suas redes sociais que essas decisões foram tomadas por eles. Assim, teria sido decisão de quem realmente trabalha no jogo retirar elementos que eles consideram potencialmente ofensivo, ou que faz referência a pessoas diretamente relacionadas aos casos de assédio na empresa.

Agora, mais atualizações vêm sendo realizadas, removendo certos elementos e substituindo outros, como reportado pelo Wowhead. Uma grande quantidade de quests que apresentavam piadas de duplo sentido com implicações sexuais tiveram seus nomes alterados. Esse foi o caso de “Opening the Backdoor” e “Going Bearback”, transformadas em “Cell Block Tango” e “Bearly Hanging On” para remover a conotação sexual que os nomes anteriores possuíam. Itens também foram alterados de forma semelhante, e todos os nomes referentes a Jesse McCree, um dos desenvolvedores envolvidos no processo, foram alterados.

Outros jogos da Blizzard, como Overwatch, também passarão por mudanças. O nome de Jesse McCree, referência a um ex-desenvolvedor da empresa, será uma das principais alterações.

Além desses nomes, piadas e flertes específicos de diversas raças do jogo foram alteradas. Diálogos como “Espero que você goste de tatuagens porque elas são permanentes. Se não acredita, pode tentar esfregá-las.”, dito pelos Elfos Sangrentos Caçadores de Demônios foram excluídos, e até o momento não se sabe se novas falas serão acrescentadas depois. Entre as raças principais, apenas os Worgen não tiveram nenhuma fala removida até o momento. Já entre as raças aliadas, os Elfos Caóticos, Kultirenos, Vulperas e os Trolls Zandalari foram as únicas exceções. Todas as outras raças tiveram suas falas afetadas pelas mudanças.

Áreas que incluíam haréns habitados por personagens mulheres passaram a incluir versões masculinas dessas NPCs. Essa alteração foi notada tanto no  Covil dos Prazeres Mortais, parte da raid Templo Negro, quanto em Karazhan. Além disso, os nomes dados a esses personagens também foram alterados, passando de “Servo Escravizado” para “Camareiro Dedicado”, por exemplo.

Os NPCs do Templo Negro após as alterações.

Embora as mudanças possam parecer pequenas, como reconhecido pela própria equipe responsável em seu comunicado oficial, elas demonstram um esforço da parte dos desenvolvedores de evitar dar continuidade ao comportamento problemático que levou ao processo da Blizzard. Isso é destacado em parte do texto, que diz:

“Em um jogo que tem milhares de elementos de arte e uma contagem de palavras nos milhões, nós reconhecemos que essas atualizações resultarão em muito pouco no total geral de mudanças. Apesar disso, nós acreditamos que essas mudanças valem a pena. World of Warcraft deve evoluir com o tempo, e todos os dias, novos jogadores com todo tipo de vida e de todas as partes do mundo experienciam nosso conteúdo dentro do jogo pela primeira vez. Como uma equipe, nós queremos que o mundo que eles vêem seja uma expressão de nossos talentos e princípios.

 

Piadas bobas e conteúdo sugestivo ocasional são parte do WoW, e provavelmente sempre serão. Ainda assim, nós queremos permanecer conscientes quanto a certos elementos desse mundo serem inclusivos para todos os jogadores. Em resumo, nós queremos que nossas piadas sejam inclusivas e não ofensivas.” 

As alterações começaram a ser adicionadas com o patch 9.1.5, mas devem continuar sendo realizadas por algum tempo, dada a escala do universo do jogo e todo o conteúdo presente nele. Atualmente, World of Warcraft está em sua nona expansão, Shadowlands, que lida com o mundo dos mortos e dá continuidade à trama protagonizada por Sylvana Correventos e outros personagens notáveis da série.

Fique com:

Imagem de perfil
sobre o autor Melissa de Viveiros

Graduanda em Letras na UFMG. || What is infinite? The universe and the greed of men. || @windrunning_