Teoria: Valentina Allegra de Fontaine pode estar criando sua própria equipe no MCU

Capa da Publicação

Teoria: Valentina Allegra de Fontaine pode estar criando sua própria equipe no MCU

Por Gus Fiaux

No quinto episódio de Falcão e o Soldado Invernal, tivemos a inclusão de uma personagem saída diretamente dos quadrinhos, que possui um longo histórico com a S.H.I.E.L.D. e com a HIDRA. Estamos falando de Valentina Allegra de Fontaine, que na série é interpretada por Julia Louis-Dreyfus (Seinfeld, Veep). Aqui, a personagem parece ter um papel bem diferente e mais antagônico, deixando algumas pistas para suas aparições futuras no MCU.

Porém, algumas especulações começaram a circular na internet, especialmente depois que descobrimos que ela devia ser apresentada em Viúva Negra, mas isso acabou sendo alterado devido ao adiamento do lançamento do longa. E quando analisamos isso com mais cuidado, podemos perceber que algo maior está sendo construído. E é isso que nós vamos discutir neste artigo: afinal, Valentina está montando sua própria equipe de super-heróis?

Quem é Valentina Allegra de la Fontaine nos quadrinhos?

Nos quadrinhos, a Condessa Valentina Allegra de la Fontaine é uma personagem bem misteriosa e intrigante das HQs. Ela foi recrutada por Dum Dum Dugan para se juntar à S.H.I.E.L.D., e logo se tornou um agente de alto prestígio dentro da agência. Isso fez com que ela atraísse a atenção de Nick Fury, que já servia como diretor da organização nessa época. Os dois chegaram a ter um relacionamento amoroso bem picante.

A personagem foi criada em Strange Tales #159, em 1967, por Jim Steranko e fazia parte das HQs da S.H.I.E.L.D. e de Nick Fury. Nos últimos anos, ela chegou a se infiltrar na HIDRA, assumindo o lugar da Madame Hidra e descobrindo vários segredos da organização terrorista. Depois disso, ela se junta ao Leviatã, um grupo poderoso com propósitos sinistros.

Valentina sempre andou no limiar da moralidade. Embora tenha começado como uma “heroína” junto à S.H.I.E.L.D, ela também já se mostrou disposta a tudo para atingir seus objetivos, mesmo que para isso precisasse fazer alianças com figuras controversas, como o Justiceiro. Por isso, ela é uma personagem moralmente ambígua, não confiável e cheia de segredos.

A inclusão de Valentina Allegra de Fontaine no MCU

Valentina foi inserida em Falcão e o Soldado Invernal, em seu quinto episódio. A personagem foi apresentada pouco depois do julgamento de John Walker por suas ações terríveis, que culminaram em várias gravações do Capitão América – o símbolo máximo do patriotismo norte-americano – usando seu escudo para matar um inimigo à sangue frio.

Valentina chega como uma possível aliada para Walker, entregando a ele um cartão e pedindo que sempre atenda quando ela ligar. O cartão é vazio, com um lado em preto e outro em branco, algo que funciona simbolicamente para mostrar a personalidade amoral da personagem. Além disso, ela parece ser intrusiva, direta e capciosa, fazendo de tudo para que Walker o escute. A sua participação é pequena – a cena dura apenas dois minutos.

Como já mencionado, ela foi interpretada por Julia Louis-Dreyfus na série, algo que a Marvel Studios escondeu ao máximo e gerou certo burburinho na internet. Julia é bem conhecida por seu papel em séries de comédia, como Seinfeld e Veep, além de As Novas Aventuras de Christine. Ela também é conhecida por seu trabalho como atriz de voz em animações como Vida de Inseto, Aviões e Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica.

Planos da personagem

Já falamos antes mas é bom repetir: a personagem originalmente seria apresentada no filme solo da Viúva Negra, e não em Falcão e o Soldado Invernal. Por isso, é justificável que a introdução da personagem seja muito rápida e até um pouco fora de contexto, já que sua aparição em Viúva Negra provavelmente traria mais detalhes sobre ela. Ainda assim, temos algumas coisas para teorizar.

Em Falcão e Soldado, quando ela convoca John Walker, temos a impressão de que ela não está apenas querendo contratá-lo para um serviço específico, e sim para algo maior. Isso até lembra um pouco a Fase Um do Universo Cinematográfico da Marvel, quando Nick Fury e Phil Coulson apareciam nos filmes individuais dos heróis para dar o gancho para a união dos Vingadores.

Isso me leva a crer que Valentina Allegra de Fontaine está montando sua própria equipe. E, talvez, John Walker nem mesmo seja o primeiro recruta. Se formos analisar a informação de que a personagem está em Viúva Negra, de alguma maneira, é possível até imaginar que ela pode ter recrutado algum personagem do filme para compor sua equipe “heroica”.

Se formos levar isso a sério, temos duas possibilidades: ela pode ter entrado em contato com o Treinador, quem quer que ele seja, caso ele permaneça vivo até o fim da produção. A segunda possibilidade é ainda mais interessante: ela pode ter entrado em contato com Yelena Belova, até porque a personagem veio para substituir a Viúva Negra da mesma forma que John Walker veio para substituir o Capitão América (mesmo que isso não tenha durado).

Os Thunderbolts vêm aí?

Mas qual seria a equipe formada por Valentina? Bem, aí temos diversas opções. A que mais me salta aos olhos são os Thunderbolts, que nos quadrinhos, é um grupo composto por vilões “se passando” por heróis. A equipe foi criada na década de 90, durante a fase Heróis Renascem, já que os Vingadores estavam “à deriva” em um universo compacto.

Basicamente, os Thunderbolts eram os Mestres do Terror, um grupo de vilões liderados pelo Barão Zemo, que sempre deram muito trabalho para os Heróis Mais Poderosos da Terra. Quando eles viram a oportunidade de uma Terra “sem heróis”, logo mudaram suas identidades e tentaram se mostrar salvadores da pátria, embora fossem ainda vis e cruéis.

Nos quadrinhos, os Thunderbolts sempre tiveram uma formação rotativa, com vários integrantes indo e vindo. No que diz respeito aos personagens mencionados no tópico anterior, Yelena Belova nunca chegou a fazer parte da equipe, mas John Walker e o Treinador já estiveram entre os ranques do grupo. Assim sendo, não seria muito distante pensar nessa equipe sendo formada no Universo Cinematográfico da Marvel.

Vale lembrar que a equipe também tem conexões diretas com outros grupos que os fãs querem muito ver nos cinemas, como os Vingadores Sombrios. Resta esperar pelos próximos projetos da Marvel e notar qual será a participação de Valentina Allegra de Fontaine neles. Mesmo que ela não esteja associada aos Thunderbolts ou outras equipes de anti-heróis das HQs, faria bastante sentido ver ela encabeçando esse projeto no MCU, servindo justamente como o “espelho sombrio” de Nick Fury.

Abaixo, fique com os easter-eggs e referências do quinto capítulo de Falcão e o Soldado Invernal:

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux