Capa da Publicação

Quem é Lady Loki? Tudo sobre a personagem da Marvel

Por Melissa de Viveiros

Atenção: Alerta de Spoilers!

As séries da Marvel vem expandindo o universo cinematográfico da editora a cada novo título lançado. Além de explorarem temas mais sérios, as produções estão desenvolvendo narrativas que impactarão o futuro da franquia nos cinemas, se aprofundando em personagens que não tiveram tanto espaço anteriormente, ou até mesmo introduzindo novos nomes e rostos ao MCULoki não é exceção. Desde a TVA, agência responsável por manter a Linha do Tempo intacta, à misteriosa variante que o protagonista precisaria ajudar a caçar, muitas novidades vêm sendo apresentadas por meio da série.

Agora, parece ter sido a vez de Lady Loki, personagem muito aguardada pelo público. Ao fim do segundo episódio, a suposta antagonista finalmente se revelou, mas sua aparição trouxe mais perguntas do que respostas. E até sua identidade não foi exatamente confirmada, ainda sendo alvo de debate, tal qual seu objetivo e o propósito de suas ações.

Quer saber mais sobre essa versão do Loki nos quadrinhos e se preparar para o que vem por aí? Neste artigo, vamos apresentar a trajetória da personagem nas HQs, qual pode ser seu papel na série do Disney+ e explicar por que a presença de Sophia Di Martino no segundo episódio talvez não seja exatamente o que pareceu ser. Aqui, você terá todas as respostas que precisa e sairá sabendo exatamente quem é a Lady Loki!

A primeira aparição de Lady Loki nos quadrinhos.

Quem é Lady Loki nos quadrinhos da Marvel?

A introdução de Lady Loki nos quadrinhos aconteceu em 2008, durante a série Thor, que foi de 2007 a 2011. A trama dessa nova fase do herói se passa após os eventos do Ragnarok, com Asgard tendo sido destruída graças aos esforços do Deus da Trapaça. A partir disso, a premissa da série é que, embora o Deus do Trovão tenha sido o único que sobreviveu, os outros deuses receberão novas encarnações na Terra.

Buscando por Lady Sif, o herói acaba encontrando com aquela que revela ser a nova encarnação de Loki. De acordo com ela, sua nova vida seria um recomeço em todos os sentidos, já que ela não estaria mais presa a seu destino predeterminado de trazer a ruína de Asgard. Sua promessa ao seu irmão é de que não haveriam mais trapaças, artimanhas ou esquemas. Tudo que ela queria era poder viver e ser feliz, dessa vez tendo liberdade para buscar isso.

Mas é claro que tudo isso não passa de mais um esquema. Mesmo em um novo gênero, a personalidade dessa versão de Loki se mantém a mesma. Assim, ela continua sendo capaz de ajudar ou atrapalhar, agindo como heroína ou vilã, de acordo com o que bem entender. Sua essência se mantém igual, independente de seu renascimento, e até o corpo assumido por ela já é parte de suas trapaças.

A vilã afirma desejar apenas um novo começo.

Na realidade, o corpo habitado por Lady Loki originalmente teria sido designado à Lady Sif. Nesse meio tempo, a heroína permaneceu presa ao corpo de uma senhora idosa, lutando para permanecer viva. A vilã estava ciente de tudo, tendo utilizado sua magia para impedir que Thor reconhecesse o espírito de Sif, ao mesmo tempo em que deu a ela um espelho que mostrava sua verdadeira forma, mas a impedindo de contar a alguém sobre quem ela realmente era.

Marvel manteve a nova versão de Loki ao longo do arco Reinado Sombrio, que tem início após Invasão Secreta. Durante essa fase, a antagonista se uniu a outros grandes personagens da editora como Norman OsbornDoutor DestinoNamorEmma Frost, formando o grupo chamado de Cabala. Os dois últimos integrantes logo perceberam seu erro e abandonaram a iniciativa, mas a Deusa da Trapaça trabalhou extensivamente ao lado de Osborn Destino, conseguindo até exilar Thor e levar os asgardianos para a Latvéria.

Depois disso, a personagem voltou a aparecer em Poderosos Vingadores, chegando a se passar pela Feiticeira Escarlate. Dando sequência aos eventos de Reinado Sombrio, o plano da antagonista era enfraquecer Osborn, já que seu objetivo real estava relacionado apenas a retornar Asgard ao seu devido lugar nos Nove Reinos.

Mais tarde, o evento de 2014, Pecado Original, apresentou uma nova dimensão da personagem, embora a própria Lady Loki não esteja presente. Em Thor e Loki: O Décimo Reino, é revelado que a versão feminina não era apenas um disfarce adotado pelo velho Deus da Trapaça. Na realidade, ela é parte do que o personagem é, sendo tão Loki quanto a já conhecida versão masculina do antagonista.

A variante no segundo episódio de Loki.

Lady Loki no MCU

Anteriormente, a série protagonizada por Tom Hiddleston já havia deixado claro que veríamos outras versões de Loki ao longo de seus episódios. Bem no começo, é estabelecido que o provável vilão da história seria uma dessas variantes, ainda que não tenha sido revelada qual. Por causa de comentários anteriores feitos pelos envolvidos com a produção, a presença de Lady Loki já era praticamente confirmada, o que levou muitos à dedução de que ela assumiria o papel de antagonista da trama.

Com o segundo episódio lançado hoje, a hipótese parece ainda mais provável, ainda que não esteja realmente confirmada. Caso Sophia Di Martino esteja de fato vivendo a personagem, esta versão já começaria diferente dos quadrinhos, vinda de uma realidade alternativa ao invés de ser parte do próprio Loki. Isso se encaixaria com o fato de que a série está fortemente relacionada com a criação do multiverso, possibilitando a existência das variantes e desenvolvendo a narrativa que o público espera há muito tempo.

Além disso, as próprias ações da personagem parecem comprovar isso, principalmente com o bombardeio à Linha do Tempo Sagrada. Sua introdução poderia significar que, no futuro, veremos algumas das histórias vividas por ela nos quadrinhos chegarem às telinhas. E o próprio multiverso daria espaço para isso, caso seja utilizado para introduzir novos núcleos e personagens — como os outros vilões e anti-heróis que integram a Cabala ao lado de Lady Loki em Reinado Sombrio, mesmo que isso não ocorra imediatamente.

Ainda assim, membros da produção comentaram anteriormente que a confirmação do protagonista como pessoa de gênero-fluido seria relevante para a produção. Falando ao Inverse, o roteirista Michael Waldron comentou que o assunto era de grande importância para a equipe que fez a série, em particular para a diretora Kate Heron, sendo algo em que eles trabalharam muito duro para representar devidamente. Esses comentários podem indicar que essa parte do protagonista ainda fará parte da trama, apesar da inclusão de Di Martino como uma personagem independente do Loki já conhecido pelo público.

A segunda Encantor nos quadrinhos.

Quem é Encantor? Por que ela pode ser a personagem de Sophia Di Martino?

O visual da nova integrante do MCU no segundo episódio certamente remete ao Deus da Trapaça, mas não é garantia que ela seja realmente Lady Loki. Ainda é possível que a personagem seja, na realidade, alguém completamente diferente — mais especificamente a Encantor, mais uma pessoa conectada às artimanhas do Deus da Trapaça.

Nos quadrinhos, existem duas versões da Encantor. A primeira, Amora, era uma asgardiana, bem como uma das grandes inimigas de Thor.

Já a segunda, Sylvie Lushton, era uma garota da Terra, que tinha uma vida normal até um dia acordar com poderes mágicos que surgiram após Asgard aparecer no planeta. A jovem acreditava ser a reencarnação de uma deusa asgardiana, mas na realidade seus poderes vieram diretamente da Lady Loki, que teria feito tudo isso por puro mero tédio. A criação da personagem aconteceu durante Reinado Sombrio, onde ela tenta se juntar aos Novos Vingadores após ganhar poderes.

Lady Loki revela seu papel em criar a segunda Encantor.

O interessante é que existem indicações de que a antagonista apresentada na série seja Sylvie. Além de seu aparente desdém pelo nome Loki, demonstrado por ela quando o protagonista a chama assim, os créditos da produção parecem ter entregado a real identidade dela.

Na versão espanhola do episódio, o papel de Di Martino não foi creditado apenas como a Variante, do mesmo modo que em outros locais. Lá, ela foi listada como Sylvie, o que parece indicar que ela não seja realmente a Lady Loki. Essa revelação sugere que ela não será a grande vilã da série, podendo ter outra variante do Deus da Trapaça por trás de sua criação, ou mesmo de seus planos.

Até agora, não é possível ter certeza do que vem por aí para o protagonista ou suas outras versões. Apesar disso, com a expansão do multiverso e a revelação de diversas variantes do Loki, parece provável que vejamos mais das diferentes formas que o deus possui em múltiplas realidades. Além disso, o episódio é encerrado com a fuga dos personagens de Di MartinoHiddleston e tudo indica que a próxima semana trará algumas respostas sobre quem a misteriosa mulher realmente é — e se veremos EncantorLady Loki na produção.

Quais são suas teorias sobre a personagem? Comente aqui!

Os dois episódios de Loki estão disponíveis no Disney+.

Não deixe de conferir nossa lista com os easter-eggs e referências no segundo episódio da série:

Imagem de perfil
sobre o autor Melissa de Viveiros

Graduanda em Letras na UFMG. || What is infinite? The universe and the greed of men. || @windrunning_