Capa da Publicação

O Mundo Sombrio de Sabrina: Netflix se desculpa por postagem ofensiva no Twitter da série

Por Raphael Martins

O Mundo Sombrio de Sabrina continua dando o que falar, mas desta vez isso nada tem a ver com o final polêmico da quarta temporada. Uma postagem feita no Twitter oficial da série gerou uma grande discussão nas redes sociais e ofendeu muitos usuários por tratar com certa leviandade o “domingo sangrento”, uma grande tragédia do mundo real (via CBR).

A postagem, feita no último dia 10 de janeiro e já deletada, mostrava algumas fotos dos membros do elenco da série cobertos com sangue falso, acompanhadas de uma legenda que dizia Sunday bloody sunday”, fazendo uma citação à música de mesmo nome gravada pela banda U2 em 1983. O problema: canção é uma referência ao massacre ocorrido nas ruas de Derry, Irlanda do Norte, em 1972, que ficou conhecido como “Domingo Sangrento.”

Um porta-voz da Netflix prontamente se pronunciou:

“Nosso tweet foi inaceitável e já foi removido. Sentimos muito pela dor e pela angústia que isso causou.”

A postagem do perfil da série causou polêmica e até revolta entre alguns usuários da rede

O que foi o “domingo sangrento”?

O massacre ocorrido nas ruas de Derry, Irlanda do Norte, em 30 de janeiro de 1972, mais conhecido como “domingo sangrento”, é até hoje um dos capítulos mais sombrios da história da Irlanda como um todo. Manifestantes católicos e protestantes que somavam dez mil pessoas marchavam em protesto com a intenção de chegarem até a câmara municipal, se posicionando contra a iniciativa do governo britânico de prender pessoas suspeitas de atos terroristas sem nenhum julgamento e contra a intolerância religiosa presente na Irlanda do Norte.

No meio da passeata, eles entraram em conflito com o exército inglês, cujos soldados dispararam sem nenhuma cerimônia contra os manifestantes, deixando 14 pessoas mortas e 26 feridas no que se tornou o pior tiroteio em massa da história da região. Entre as vítimas, estavam seis menores de idade, com um sétimo morrendo após meses de sofrimento devido aos ferimentos.

Manifestantes em confronto contra o exército inglês no que ficou conhecido como “domingo sangrento”: soldados alvejaram civis e 14 inocentes morreram

O acontecimento horrorizou o mundo e trouxe consequências desastrosas, acabando por fortalecer a organização clandestina IRA (Exército Republicano Irlandês), que queria a separação da Irlanda do Norte do Reino Unido, além de aumentar ainda mais as tensões entre os católicos e o Reino Unido.

A comunidade artística reagiu ao ocorrido. John Lennon compôs as músicas “Sunday Bloody Sunday” e “Luck of the Irish” inspirado pelo trágico evento como forma de protesto. Paul McCartney, que tem descendência irlandesa, compôs “Give Ireland Back to the Irish“, cuja letra fez com que a rede BBC banisse a canção. A banda U2 também fez uma música chamada “Sunday Bloody Sunday“, que ficou conhecidíssima no mundo todo.

Reações negativas

As respostas para a agora deletada postagem não poderiam ter sido mais negativas. Um dos usuários do Twitter chegou a dizer que “Não era isso que o U2 tinha em mente quando escreveu Sunday Bloody Sunday”. Um outro explicou o significado da legenda para quem não conhece a história, dizendo que o domingo sangrento “tem o mesmo horror do 11 de setembro, mas para o povo irlandês”.

A resposta da Netflix foi rápida, apagando a postagem e reconhecendo o erro, mas o barulho na internet ainda persiste. “Por favor, tirem um minuto para lerem a legenda, então pesquisem no Google e se desculpem com seus fãs irlandeses e com qualquer um que tenha sido afetado por essas atrocidades”, escreveu um outro usuário numa resposta recente.

Até o momento, o elenco de O Mundo Sombrio de Sabrina e a equipe de produção ainda não se pronunciaram sobre o ocorrido.

Veja também:

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael