Capa da Publicação

O Culpado: O que uma sequência do filme da Netflix poderia responder?

Por Paula Ramos

No início do mês de outubro, Jake Gyllenhaal estreou seu mais novo lançamento na Netflix, O Culpado, um remake do filme dinamarquês Culpa (2018), dirigido por Gustav Möller. Após concluir a trama em 1h 31 minutos, o longa deixa algumas perguntas sem explicação para o espectador e aqui estão algumas que gostaríamos de ver respondidas em uma possível sequência.

Quem é o menino que Joe matou e por que ele fez isso?

No enredo principal do filme, Joe (Gyllenhaal) é um policial que havia sido rebaixado para o setor de comunicação, mas está prestes a voltar para as ruas. Após atender ao chamado de Emily Lighton, uma mulher que estava sendo sequestrada pelo marido, ele usa todas as suas forças, físicas e mentais, para ajudá-la.

Paralelo a isto, O Culpado deixa claro que Joe esconde um trauma em seu passado: a morte de um menino de 19 anos chamado Joseph. O policial revela ter assassinado o garoto simplesmente porque podia fazer isso e queria puni-lo de alguma forma. Embora afirme que Joseph mereceu, Joe se questiona sobre o assunto, desconfiado sobre a própria motivação.

Afinal, quem era o menino e o que ele poderia ter feito para merecer ser assassinado? O crime assombra o protagonista, deixando o público com a ideia de que algo ainda mais profundo aconteceu no dia da morte de Joseph, o que poderia ser esclarecido em uma continuação.

Jake Gyllenhaal entrega uma de suas melhores atuações em tela

Como Oliver conseguiu sobreviver?

Depois de descobrirmos o que aconteceu dentro da casa de Emily, o filme deixa implícito que o pequeno Oliver não sobreviveu, reforçado por um diálogo que a personagem chega a usar a frase “Ela matou o meu filho”. Para a surpresa do protagonista (e do público), porém, Olive sobrevive e é levado para a UTI do hospital.

A duração de O Culpado, como já informamos, é de aproximadamente 90 minutos, mas não fica claro quanto tempo se passa na produção. Oliver foi atacado a faca e, por ser apenas um bebê, seu sistema imunológico ainda não está completamente desenvolvido. Ele foi deixado sozinho em casa por ter sido dado como morto, mas por uma espécie de milagre, o menino sobrevive, algo que fica confuso e sem explicação no roteiro. Uma sequência poderia explorar o que poderia ter acontecido neste tempo.

Por que Joe não pode ver a filha?

Algo de muito grave aconteceu no passado de Joe e sua ex-esposa. Um evento sério o suficiente para que ela não o deixe mais ver a filha, Paige, e nem ao menos falar com a garota por telefone. Fica claro desde o início que Joe é obcecado por trabalho e não encontra tempo para a menina, mas seu trauma envolvendo a família é algo mais sério.

O filme mostra que o comportamento do policial é inconstante e podemos ver explosões de irritação de  Joe ao longo de toda a trama. É possível supor o porquê de Jesse proibir o convívio entre pai e filha, mas a pergunta fica em aberto e é deixada sem resposta na cabeça do espectador. Talvez no futuro haja espaço para elaborar melhor esta relação.

O Culpado está disponível na Netflix

O que irá acontecer com a família de Emily Lighton?

O filme termina da melhor forma possível, diante de todo o cenário catastrófico criado nos minutos iniciais. Oliver não está morto e nem órfão de mãe, afinal, Joe consegue convencer Emily a não pular da ponte, mas o que virá depois disso? Henry conseguirá ter sanidade mental para cuidar dos filhos depois de tudo o que aconteceu?

O roteiro nos leva a pensar que Emily foi acolhida pela polícia e deverá ser encaminhada para uma instituição psiquiátrica, deixando Henry como guardião legal de Abby e do irmão. Contudo, ele tem um passado conturbado e já chegou a ser preso por agressão, algo que poderia atrapalhar qualquer tipo de decisão judicial sobre a guarda das crianças. Será que eles conseguiriam funcionar como uma família feliz?

Quais os problemas de saúde de Joe?

Enquanto precisa enfrentar a calma e paciência de ouvir Emily ao telefone, Joe deixa claro que não está bem de saúde. Ele tosse frequentemente, tem dores de cabeça fortes e, aparentemente, desenvolveu asma devido aos incêndios florestais da Califórnia. O uso da bombinha parece ajudar, mas a saúde do protagonista está claramente prejudicada.

A última informação que o filme nos dá sobre Joe é que ele foi preso e condenado pela morte de Joseph, mas não ficamos sabendo qual a sentença e nem para onde ele será levado. Claramente atormentado pelo passado e com uma saúde debilitada, será que Joe conseguirá sobreviver a prisão? Esta seria uma boa história para explorar na sequência.

O Culpado está disponível na Netflix e traz uma das melhores performances de Jake Gyllenhaal nos cinemas, então não deixe de conferir!

Veja também:

Imagem de perfil
sobre o autor Paula Ramos

Aluna da Sonserina, moradora do Condado e uma aprendiz de Obi-Wan do Lado Sombrio. Futura CSI e Vingadora da Marvel, mas acima de tudo, uma variante do Loki perdida no multiverso | @p_lokerbatch