Marvel’s Avengers: Presidente da Square Enix chama jogo dos Vingadores de “decepcionante”

Capa da Publicação

Marvel’s Avengers: Presidente da Square Enix chama jogo dos Vingadores de “decepcionante”

Por Arthur Eloi

Marvel’s Avengers, jogo dos Vingadores pela Crystal Dynamics (Tomb Raider), não vingou para a Square Enix. Yosuke Matsuda, presidente da publisher, categorizou a obra como um investimento decepcionante, que ficou abaixo das expectativas da empresa, e cujos erros servem de exemplos para outros projetos.

Logo após a citação ir ao ar, o título também anunciou que o Homem-Aranha estará disponível no jogo a partir de 30 de novembro apenas para os jogadores do PlayStation, porém o visual do herói ainda não foi revelado.

As falas de Matsuda são parte do relatório anual da Square Enix, direcionado aos acionistas da empresa. Recapitulando o ano anterior, o executivo discute Marvel’s Avengers com bastante sinceridade:

Superamos uma variedade de complicações inesperadas na fase final do desenvolvimento do jogo, como a transição para um modelo remoto de trabalho por conta da pandemia. Conseguimos conquistar esses desafios e lançar o jogo, mas infelizmente não se provou o sucesso que esperávamos.

Refletindo sobre os motivos por trás de resultados tão mornos, Yosuke Matsuda atribuiu os problemas ao uso do modelo Games as a Service (GaaS), ou seja, de um jogo em constante atualização, com fluxo de novas missões, personagens e mais para garantir que os jogadores sempre retornem ao game, ao estilo de Destiny 2.

Modelo de atualizações constantes não funcionou para Marvel’s Avengers – e isso foi percebido pelo público, crítica e pela própria Square Enix

Segundo o executivo, o modelo continua importante para a Square Enix, mas precisa ser usado de forma estratégica, com o game dos Vingadores servindo como exemplo de que não combina com tudo

A utilização do modelo GaaS colocou em destaque problemas que provavelmente vamos encarar novamente no futuro, como a necessidade de encontrar um game design que combine com as qualidades únicas e gostos dos nossos estúdios e equipes de desenvolvimento. Por mais que esse novo desafio tenha resultado em algo decepcionante, nós estamos certos de que GaaS só crescerá em importância ao ritmo que a indústria de games se torna focada em serviços.

Marvel’s Avengers foi inicialmente lançado em setembro de 2020, recebido com críticas mornas que apontavam um jogo medíocre.

Ao longo de um ano, o game melhorou com atualizações, novos heróis e uma expansão focada no Pantera Negra, mas a reputação já se firmou, e parece que o título também não agradou nas vendas. Desde setembro de 2021, o game está disponível no catálogo do Xbox Game Pass.

Como o relatório analisa apenas os resultados do ano anterior, resta saber como o recém-lançado Marvel’s Guardians of the Galaxy será percebido pela Square Enix. Para o público e crítica, a recepção é bem melhor – incluindo a review da Legião dos Heróis, que deu nota 9/10 ao lançamento.

Aproveite e confira:

 

Imagem de perfil
sobre o autor Arthur Eloi

Repórter entusiasta de filmes ruins, jogos de tiro e de horror em todas as suas formas. Dá notas duvidosas para obras questionáveis • @ArthurEloi117