Capa da Publicação

O Incrível Hulk: Por que Edward Norton abandonou o papel de Bruce Banner?

Por Paula Ramos

Quando hoje vemos Mark Ruffalo como o Hulk do Universo Cinematográfico Marvel, parece difícil acreditar que ele já foi vivido por um outro herói. Diferente dos outros membros dos Vingadores, como Homem de Ferro e Capitão América, cujos atores foram um só durante as três primeiras fases (Anthony Mackie viverá o Capitão a partir de agora), Bruce Banner já teve um rosto diferente.

Os motivos da saída de Edward Norton da Marvel

O Incrível Hulk, de 2008, segundo filme da saga, também foi aquele que teve uma menor bilheteria. No ramo do cinema, alguns salários são pagos com os resultados de vendas de ingressos, dentre outros fatores, tornando o índice de bilheteria como fator fundamental para uma sequência ou para a continuidade de um ator em determinado papel. Se O Incrível Hulk tivesse atingido as expectativas, é provável que Edward Norton ainda estivesse interpretando Hulk nos filmes dos Vingadores.

Norton falou sobre o assunto em 2020, quando sugeriu que um dos motivos que o levaram a deixar o papel foi o fato de que o estúdio não estava disposto a pagar o salário que ele queria. Porém, a razão para a mudança da Marvel em relação a Norton foi mais além do que simplesmente alguns zeros ao final do valor de bilheteria ou do salário do ator.

Na época do lançamento, foi revelado que era difícil trabalhar com Edward Norton no set e que ele insistia em reescrever o roteiro, mesmo que já estivesse pronto. Enquanto muitos podem pensar não passar de fofoca, a informação foi confirmada recentemente pelo próprio Norton.

O Incrível Hulk foi exibido em 2008 nos cinemas

Em 2008, o Universo Cinematográfico Marvel estava começando a se desenvolver com Homem de Ferro. Na época, a nova versão de Bruce Banner era considerada uma evolução comparado ao Hulk de Eric Bana de cinco anos antes. Entretanto, a reputação de Norton em Hollywood prejudicou qualquer tipo de elogio que o estúdio de Kevin Feige, diretor da Marvel Studios, pudesse fazer ao seu protagonista.

A notícia de que Mark Ruffalo substituiria Norton veio do próprio Feige, durante uma declaração em 2010.

“Tomamos a decisão de não trazer Ed Norton de volta no papel de Bruce Banner em Vingadores. Nossa decisão não é tomada por fatores monetários, mas sim enraizada na nossa necessidade de um ator que personifique a criatividade e o espírito colaborativo presente em nosso elenco talentoso.”

O ator demorou a responder tal acusação, mas ela veio em 2014, quando Norton deu sua versão da história. Ele deixou claro que “experimentou o que desejava” com Hulk e “não queria ter associação com algo que afetasse a dedicação de um ator“. Já o agente de Edward Norton, Brian Swardstrom, acusou a Marvel de ser “propositalmente enganosa”. 

Mais tarde, Norton admitiu que amava os quadrinhos do Hulk, e que seu plano original era fazer uma trilogia tal qual a do Batman criada por Christopher Nolan. Segundo ele, porém, a Marvel não estava indo na direção que ele almejava para o projeto, o que certamente afetou a relação dele com o estúdio.

Se engana, porém, quem acha que Norton tem algum ressentimento. O ator disse que gostou de trabalhar com Kevin Feige e admite que o produtor é brilhante e responsável por realizar um dos maiores planos de negócio da indústria do entretenimento.

Mark Ruffalo voltará a ser Bruce Banner em 2022, durante a estreia de She-Hulk.

Fique com:

Imagem de perfil
sobre o autor Paula Ramos

Aluna da Sonserina, moradora do Condado e uma aprendiz de Obi-Wan do Lado Sombrio. Futura CSI e Vingadora da Marvel, mas acima de tudo, uma variante do Loki perdida no multiverso | @p_lokerbatch