Homem-Aranha enfrenta seis versões do Sexteto Sinistro e quase morre em HQ

Capa da Publicação

Homem-Aranha enfrenta seis versões do Sexteto Sinistro e quase morre em HQ

Por Arthur Eloi

Atenção: Alerta de Spoilers!

Peter Parker chegou muito perto da morte nas HQs da Marvel Comics. Na edição mais recente de O Espetacular Homem-Aranha, o herói teve de enfrentar não só uma, mas seis versões diferentes do Sexteto Sinistro – tudo de uma vez só.

Essa ofensiva bizarra repleta de vilões acontece em Sinister War #4, quarta parte da minissérie derivada de The Amazing Spider-Man (2018 – ), que traz Peter Parker sendo caçado impiedosamente por Kindred, vilão que mais tarde se revela ser uma versão ressuscitada do inferno de Harry Osborn (provavelmente graças à um pacto de Norman Osborn com o Mefisto).

Na edição final (via CBM), Peter Parker batalha com os vilões dos Sextetos Sinistros em lutas intensas, e acaba perdendo a porradaria. Assim, Morlun se posiciona prestes a absorver as energias vitais do herói. Parker encara o seu fim de frente, mas é salvo no último segundo por Bumerangue, o vilão cuja identidade secreta é Fred Myers – o colega de quarto de Peter nos quadrinhos.

Infelizmente, Myers é morto por Morlun no lugar do Teioso, e o resultado deixa o herói furioso, partindo para cima do assassino. Confira o momento abaixo:

Morlun mata o Bumerangue no lugar de Peter Parker, e o Homem-Aranha fica furioso (Créditos: Marvel Comics/Reprodução)

Nos Estados Unidos, a minissérie Sinister War chegou ao fim em 1º de setembro, mas os desdobramentos dessa fase, comandada por Nick Spencer, continuam nas páginas de The Amazing Spider-Man #73 e #74, previstas para 8 e 29 de setembro, respectivamente.

Ainda não há data para a chegada das edições mais recentes ou da minissérie derivada ao Brasil. Por aqui, é a Panini que publica as HQs do Homem-Aranha.

Aproveite e confira também:

Imagem de perfil
sobre o autor Arthur Eloi

Repórter entusiasta de filmes ruins, jogos de tiro e de horror em todas as suas formas. Dá notas duvidosas para obras questionáveis • @ArthurEloi117