God of War: Ragnarok – Respondemos suas principais dúvidas sobre o jogo de PlayStation

Capa da Publicação

God of War: Ragnarok – Respondemos suas principais dúvidas sobre o jogo de PlayStation

Por Gabriel Mattos

O primeiro trailer de God of War: Ragnarok foi divulgado algum tempo atrás, mas quem esperava encontrar respostas para os principais mistérios da franquia, acabou saindo com ainda mais perguntas. Para pôr um fim nesta confusão, fomos ao Instagram descobrir quais eram as principais dúvidas dos leitores da Legião dos Heróis sobre o próximo jogo de Kratos na plataforma PlayStation.

As respostas você encontra nesta coluna especial, que em breve vai se tornar uma presença frequente no site. Hoje, vamos explorar a mitologia nórdica e os bastidores do jogo mais aguardado da nova geração — a nova sequência de God of War.

Este é um dos jogos em destaque no novo desafio da PlayStation: Conquiste o Trono. Após se inscrever no site, suas conquistas nas suas partidas de PlayStation 4 e PlayStation 5 rendem pontos que podem desbloquear prêmios para toda a galera. Entre eles, há um avatar exclusivo de Kratos e Atreus em sua nova aventura. Animado para mergulhar na próxima aventura da mitologia nórdica? Então chega mais que vamos desbravar seus mistérios!

Trailer dublado de God of War: Ragnarok

Sério que vai ser o último da franquia?

Calma lá! God of War: Ragnarok vai encerrar a saga nórdica de Kratos, junto de seu filho Atreus, mas isto não significa que a franquia vai acabar de vez.

No jogo de 2018, ficamos sabendo que Tyr, o Deus da Guerra nórdico, era conhecido por viajar entre os reinos mitológicos. Como o primeiro trailer de Ragnarok já mostrou que encontrá-lo será uma parte crucial da jornada, podemos esperar que ele ensine a Kratos como fazer essa passagem cultural para que o próximo jogo se inicie com um novo panteão.

Entre as mitologias confirmadas no universo de God of War, além da grega e da nórdica, temos a mitologia celta, a japonesa e a egípcia. Qual desses mundos Kratos vai visitar primeiro? Só esperando para descobrir.

Por que o Thor é gordo?

Design mais fiel a mitologia incomodou fãs que esperavam músculos

Simples, porque o Thor é descrito na mitologia nórdica como gordo. Todos sabemos que Hollywood tem uma preferência por homens musculosos para protagonizar seus filmes. Isso pode ter afetado a percepção do público sobre como o Deus do Trovão deveria ser, mas não muda o que está escrito nas eddas: ele nunca foi loiro, nem bombado.

Nos mitos originais, Thor é conhecido principalmente por duas coisas: adorar festas e violência gratuita. Nada parecido com o Thor Festeiro de What If…?, o Thor raíz só ia para as festas para comer e beber o quanto conseguisse. Considerando ainda que antigamente corpos gordos eram o padrão de beleza, não existiria uma explicação plausível para ele não ter um corpo grande nem se a gente quisesse.

Inclusive, uma de suas histórias mais conhecidas envolve uma comilança desenfreada. No poema Thrymskvitha, Thor precisa recuperar o Mjolnir de um gigante que o roubou. Mas o grande Thrym só devolveria o martelo caso Freyja aceitasse se casar com ele. Como a deusa não estava interessada, Thor se fingiu de noiva para enganá-lo, só que acabou comendo tanto em seu casamento que estragou seu disfarce. Sorte que ele já estava com o Mjolnir em mãos, assim ele só precisou matar seu marido e todos Joltun presentes.

De qualquer modo, além do respaldo mitológico, esse Thor é gordo como consequência direta de sua imensa força. É o que explica Darren McCormac, recordista de levantamento de peso: “Goste ou não, o Thor de God of War é o ápice da performance masculina,” defende. E o diretor do jogo, Eric Williams, ainda foi além, afirmando que escolheu este corpo para que os jogadores sentissem “uma presença imediata” ao enfrentar o Deus do Trovão. Afinal, quem não tremeria nas bases contra este muro divino de puro ódio e cerveja?

O Kratos é bi de verdade?

Criador de Kratos revelou sua intenção com o personagem recentemente

Aproveitando que estamos falando de polêmica, hora de esclarecer a verdade sobre a sexualidade de Kratos: afinal, ele é bissexual? Esta dúvida surgiu logo após uma declaração do próprio criador do personagem, David Jaffe, em sua conta do Twitter. Apesar de gostar da ideia, ele logo esclareceu que não passava de uma provocação para enfurecer os preconceituosos de plantão. E deu muito certo, viu?

Mas considerando o contexto histórico em que Kratos surgiu, a sua bissexualidade pode ser dado como quase certa. Afinal, apesar de desbravar terras nórdicas em seus jogos mais recentes, sua jornada começou como um guerreiro espartano. E Esparta, como outros estados da Grécia Antiga, era conhecida por incentivar relações entre homens de seu exército para garantir um bom desenvolvimento de seus guerreiros. As relações com mulheres eram reservadas a reprodução.

Apesar de ser idolatrado como sinônimo de masculinidade (tóxica), Kratos nunca foi criado para tal. Tanto que seu último jogo, God of War (2018), é focado em refletir formas mais saudáveis da performance masculina e paterna. Até o momento, entretanto, não houve nenhum momento no roteiro dos jogos retratando com exatidão sua orientação sexual. Então, até que os jogos digam o contrário, ele pode ser considerado heterossexual.

Ragnarok afeta todos os reinos? Por que aquela área nova não está congelada?

Nem todos os reinos estão congelados

O fim do mundo chega ao mesmo tempo para todos os reinos, de fato, mas afeta cada lugar de formas diferentes. Afinal, o congelamento que se espalha por Midgard é consequência do Fimbulwinter, o inverno sem fim que marca o início do Ragnarok. Como tudo começou quando Kratos põe um fim na vida de Baldur, em God of War (2018), nosso reino se torna o epicentro desta catástrofe, onde tudo começou.

Em entrevista ao IGN, Eric Williams explicou que como visitaremos reinos repetidos nesse jogo, esta foi a forma que ele encontrou para justificar uma mudança tão repentina. “Qualquer reino que você tenha estado antes, porque o Fimbulwinter chegou, mudou de alguma maneira. Mas não significa que todos os reinos serão afetados pela neve, claro. É uma conclusão precipitada. Este é um evento que muda os reinos de jeitos diferentes.”

Cadê o Odin?

Os males de Odin reverberam no Ragnarok

O primeiro trailer revelou o visual de diversos personagens importantes para a trama, incluindo Thor e Angrboda, mas em momento algum vimos como será Odin, o Pai de Todos. Não tem como fazer um jogo sobre o Ragnarok sem incluir aquele que tudo vê, afinal, ele é uma das figuras mais importantes deste cataclisma. Felizmente, podem ficar tranquilos pois esta nem é a intenção dos desenvolvedores.

Na verdade, Odin será um dos maiores vilões da trama, a questão é que escolheram manter sua aparência em segredo por mais tempo, para evitar spoiler. O que sabemos é que seu ator já foi definido: será Richard Schiff de The Good Doctor. Além disso, o diretor do jogo chegou a descrevê-lo como “um homem velho, ocupado com seus próprios negócios, que faz o que quer.” Praticamente um investidor desta guerra…

O Atreus vai fazer magia como o Loki?

Atreus tem muito o que aprender com sua linhagem

A cena final do Loki clássico na série do Disney+ deixou todo mundo animado para ver o Deus da Trapaça usando mais magia. E agora que sabemos que Atreus é na verdade Loki, é impossível controlar as expectativas de ver o garoto usando mais truques místicos. Por sorte, não parece que Ragnarok vai nos decepcionar.

Em God of War (2018), já vemos o garoto invocando animais espectrais para ajudar em combate, algo que será expandido na sequência, como mostra o trailer. O diretor promete também que a conexão com o Kratos será mais intensa. “Ele cresceu um pouco, então ele tem muito mais jeitos de complementar ou preparar os ataques de Kratos,” acrescenta.

Mas acima de tudo, o foco do pequeno Deus parece ser comunicação. Afinal, Loki é conhecido por ser uma figura articulada, que engana. Atreus usará o seu dom de maneira mais responsável, mas difícil saber onde isso vai chegar. Contudo, se você esperava feitiços coloridos que desafiam a realidade, como nas séries, acho melhor pensar de novo.

O jogo vai sair para PS4 também?

A jornada nórdica começou no PlayStation 4

Apesar de originalmente anunciado como exclusivo de PlayStation 5, God of War: Ragnarok também chegará para o PlayStation 4. Não precisa se preocupar: quem acompanhou o início da saga nórdica não vai ter que comprar um novo console para descobrir como a história termina.

Entretanto, a experiência será mais suave no console da nova geração, com gráficos mais detalhados e um processamento mais rápido especialmente na hora de carregar o game. Quem decidir comprar no PS4 e eventualmente desejar fazer um upgrade, para tirar proveito das melhorias exclusivas do PS5, vai precisar pagar uma taxa adicional.

Qual é a referência de God of War no desafio Conquiste o Trono?

Se você tentou caçar os easter eggs no vídeo de apresentação do desafio Conquiste o Trono, muito provavelmente também ficou interessado em encontrar a referência a God of War: Ragnarok.

Ao encontrar qualquer referência, você ganha um código para desbloquear três avatares de graça, então se liga na dica: sempre que aparecer a sala do Trono, você pode clicar em seu enorme quadro com uma arte oficial do jogo. É difícil de perder e volta a aparecer em múltiplos momentos. Se liga, hein?

God of War: Ragnarok será lançado em 2022. Leve seu jogo para o próximo nível com PlayStation.

Ainda tem alguma dúvida? Não deixe de comentar!

Fique com:

Imagem de perfil
sobre o autor Gabriel Mattos

Editor, repórter correspondente de Wakanda, caçando Pokémon por onde eu vou! Sempre nas lives da Legião! • @gabeverse