Capa da Publicação

Gal Gadot confirma que Joss Whedon a ameaçou em Liga da Justiça

Por Cristiano Rantin

O comportamento problemático de Joss Whedon, diretor conhecido por seu trabalho nos dois primeiros filmes dos Vingadores, ganhou os holofotes depois que Ray Fisher denunciou sua conduta abusiva — e potencialmente racista — durante as refilmagens de Liga da Justiça. Desde então, outras pessoas endossaram o ator, como parte do elenco de Buffy e Angel, séries assinadas por Whedon. Agora, foi a vez de Gal Gadot, que confirmou ter sido ameaçada pelo diretor no filme da DC Comics.

No último mês, o THR publicou uma longa reportagem detalhando as denuncias de Fisher. A novidade foi que, segundo as fontes, Gadot havia sido ameaçada algumas vezes por Whedon. A intérprete da Mulher-Maravilha não concordava com algumas cenas de sua personagem, algo que o diretor estava querendo incluir no projeto de Zack Snyder, e isso resultou em explosões de raiva e ameaças graves.

De acordo com a matéria, Whedon havia ameaçado destruir a carreira de Gadot e de Patty Jenkins, a diretora dos filmes da Mulher-Maravilha, além de dizer que, caso a atriz não calasse a boca e filmasse o que havia sido ordenado, ele “poderia fazer ela parecer incrivelmente estúpida em seu filme.” 

Agora, em uma entrevista ao site israelense N12, Gadot falou sobre o caso e confirmou que isso realmente aconteceu:

Mais uma vítima de Joss Whedon: Gal Gadot confirma que foi ameaçada pelo diretor

Na época da reportagem do THR, a atriz havia sido mais evasiva na sua resposta dizendo apenas: “Eu tive meus problemas [com Whedon] e a Warner Bros lidou com isso de forma oportuna.” Pelo visto, a atriz decidiu abrir o jogo e realmente confirmar que Whedon a ameaçou durante as refilmagens.

Veja também:

Imagem de perfil
sobre o autor Cristiano Rantin

Jornalista • Editor • Mestrando em Comunicação pela UEL • Twitter e Instagram: @Chris_Rantin • "Eu sou o fogo e a vida encarnados. Agora e para sempre eu sou a Fênix!"