CD Projekt Red, de Cyberpunk 2077 e The Witcher 3, sofre ataque de hacker

Capa da Publicação

CD Projekt Red, de Cyberpunk 2077 e The Witcher 3, sofre ataque de hacker

Por Melissa de Viveiros

A CD Projekt Red, desenvolvedora de The Witcher 3 e Cyberpunk 2077 sofreu um ciberataque ontem, de acordo com pronunciamento da própria empresa (via VG247). Os sistemas internos da desenvolvedora foram comprometidos, e parte de suas redes foram encriptadas. Além disso, o hacker conseguiu coletar “certos dados”, embora a CD Projekt não tenha esclarecido quais.

Em resposta ao ataque, a empresa afirmou que os dados de jogadores e usuários de seus serviços não foram afetados, e que as informações pessoais desses grupos não foram comprometidas. Além disso, a desenvolvedora polonesa foi capaz de restaurar seus sistemas através de backups, e procurou contactar todos que podem ser afetados pelo vazamento de dados.

Cyberpunk 2077, lançamento recente da empresa, já havia trazido diversos problemas para a CD Projekt Red recentemente.

Ainda de acordo com o pronunciamento da CD Projekt, o hacker conseguiu os códigos-fonte completos de Cyberpunk 2077, The Witcher 3, Gwent e de uma versão não lançada de The Witcher 3. Em relação aos dados da empresa, foram coletadas informações sobre a contabilidade, RH, administração e até mesmo documentos legais.

Apesar das medidas para minimizar o dano e reverter o que for possível, a desenvolvedora não será capaz de impedir que as informações obtidas pelo hacker sejam vendidas ou vazadas, o que pode se mostrar muito prejudicial para a empresa, principalmente considerando-se a variedade de dados obtidos no ciberataque. Ainda assim, a decisão da CD Projekt foi de não aceitar as exigências feitas pelo hacker, e divulgar a nota deixada por ele juntamente com seu comunicado no Twitter.

Você pode conferir  o comunicado na íntegra, bem como sua versão traduzida, abaixo:

Ontem descobrimos que nos tornamos vítimas de um ciberataque, devido ao qual alguns de nossos sistemas internos foram comprometidos.

Um agente não identificado ganhou acesso não autorizado à nossa rede interna, coletou certos dados pertencentes ao grupo CD PROJEKT, e deixou uma nota de resgate, cujo conteúdo tornamos público. Apesar de alguns dispositivos na nossa rede terem sido encriptados, nossos backups permanecem intactos.  Nossa estrutura de TI já está segura e começou a restaurar os dados.

Nós não iremos aceitar as exigências ou negociar com o agente, estando cientes de que isso pode levar à eventual divulgação dos dados comprometidos. Estamos tomando os passos necessários para mitigar as consequências dessa divulgação, em particular ao contactar qualquer parte que possa ser afetada devido ao vazamento.

Ainda estamos investigando o incidente, mas neste momento podemos confirmar que – até onde sabemos – os sistemas comprometidos não continham dados pessoais dos nossos jogadores ou usuários de nossos serviços.

Nós já entramos em contato com as autoridades relevantes, incluindo a polícia e o Presidente do Gabinete de Proteção aos Dados Pessoais, bem como os especialistas em TI do mesmo, e vamos cooperar de maneira próxima com eles para investigar este incidente completamente.

Não está nada fácil para a CD Projekt. Recentemente, a empresa estava enfrentando problemas por conta do lançamento conturbado de Cyberpunk 2077, chegando até a ser monitorada pelo departamento de Proteção ao Consumidor da Polônia, além de ter o jogo retirado da PS Store. Agora, o ciberataque pode deixar a desenvolvedora em uma situação ainda mais difícil.

Veja também:

Imagem de perfil
sobre o autor Melissa de Viveiros

Graduanda em Letras na UFMG. || Mais obcecada pela lore de WoW do que é saudável. || @windrunning_