Boruto: Mangá apresenta nova versão do Rasengan

Capa da Publicação

Boruto: Mangá apresenta nova versão do Rasengan

Por Melissa de Viveiros

Atenção: Alerta de Spoilers!

Todo fã de Naruto sabe que o que não falta na história são evoluções de técnicas ninja, principalmente o Rasengan. Por mais que tenha recebido diversas versões ao longo da trama, o jutsu continua sendo modificado para se tornar perigoso de outras formas. Agora, isso aconteceu também em Boruto: Naruto Next Generations, com o novo capítulo do mangá apresentando mais uma evolução deste jutsu: o Rasendan (via ComicBook).

No capítulo mais recente da série, foi apresentado o desenrolar da luta entre Kawaki, Boruto e o vilão Code. O antagonista pega pesado com o personagem titular, mas mais que simplesmente vencer, seu plano era forçar Momoshiki a se manifestar. E, de fato, ele acaba conseguindo o que pretendia — o que na realidade não acaba sendo bom, já que o Otsutsuki é extremamente poderoso e acaba superando Code.

Diante deste perigo, o vilão tenta usar Kawaki como escudo humano para se defender. Ele provoca seu novo adversário, pois usar um Rasengan normal acabaria não só com o próprio Code, mas também com Kawaki, destruindo aquele que serviria de sacrifício para a Árvore Divina produzir um novo fruto de chakra.

Apesar de correto em sua provocação, Code acaba levando o vilão a adotar uma nova técnica. Ao invés de simplesmente usar o Rasengan de seu hospedeiro, Momoshiki a modifica, criando o Rasendan. Esta versão da técnica pode ser descrita como uma bala de Rasengan, na qual a enorme energia do ataque comum é condensada em um orbe diminuto. Também é explicado no capítulo que, apesar do tamanho, a destruição causada por essa nova versão não deixa de ser devastadora. Utilizando a nova habilidade, Momoshiki consegue atingir Code sem ferir Kawaki e arriscar os planos dos Otsutsuki.

A introdução do Rasendan.

A mudança de nome também é explicada no mangá, e tem a ver com essa mesma comparação do ataque com uma bala. De acordo com uma nota de rodapé da obra, “dan” significa “bala”, fazendo referência mais uma vez a este Rasengan ser um pequeno projétil que causa bastante dano.

Ao invés de aumentar a escala do Rasengan como em outras vezes, esta nova versão faz o contrário, criando uma técnica mais contida que ainda assim tem enorme poder. Ainda que seja uma adição poderosa às técnicas de Boruto, a novidade também se mostra um perigo, já que Momoshiki, quando no controle do corpo do garoto, poderia facilmente utilizá-la para acabar com alvos específicos sem arriscar o que é importante para seus próprios objetivos. Resta aguardar os próximos capítulos para saber o quão benéfico esse desenvolvimento será para o protagonista.

Fique com:

Imagem de perfil
sobre o autor Melissa de Viveiros

Editora. Graduanda em Letras na UFMG. Elfa noturna em Azeroth, Au'Ra em Eorzea, apoiadora da Casa Martell em Westeros, LoLzeira noxiana e grisha etherealki. Fã de coisas demais e sempre hiperfocada em algo diferente. || @windrunning_