Capa da Publicação

Armie Hammer perde agenciamento em Hollywood após polêmicas envolvendo canibalismo

Por Evandro Lira

Armie Hammer viu sua vida e carreira virarem de ponta cabeça depois que vazaram online supostas mensagens envolvendo sua natureza sexual violenta. Após sua saída de diversos projetos, foi a vez da agência que gerencia a carreira de Hammer deixar o ator.

Os conteúdos vazados apresentaram Hammer alegando que se divertia com fantasias sexuais perturbadoras e violentas como beber o sangue de suas vítimas, entre outras coisas pesadas. O escândalo colocou Hammer no olho do furacão e fez com que ele fosse forçado a deixar diversos projetos promissores, como a série de O Poderoso Chefão, The Offer, e o filme Shotgun Wedding com Jennifer Lopez.

Armie Hammer no filme da Netflix de 2020, ‘Rebecca’

Agora, o The Hollywood Reporter informou que o mais recente golpe na carreira de Hammer envolve sua agência, WME, que encerrou o contrato com o ator da mesma forma que seu assessor pessoal também o descartou como cliente.

Em Hollywood, agências de atores são essenciais para linkar os artistas à projetos de seu interesse. Sem uma, é provável que Hammer fique no limbo da indústria por muitos anos.

Armie Hammer é mais conhecido por seu trabalho em filmes como Me Chame Pelo Seu Nome, Agente da U.N.C.L.E. e A Rede Social.

Para entender melhor toda a polêmica envolvendo o ator confira nossa matéria sobre o caso.

 

Imagem de perfil
sobre o autor Evandro Lira

Editor, bacharel em Cinema e Audiovisual, bruxo nascido trouxa, filho dos filhos do átomo, mestre dos quatro elementos, fã de mais coisas do que deveria, frequentemente falando sozinho no Twitter. Segue: @evandroslira