Capa da Publicação

Cena de racismo de Super Choque viraliza e criador da série comenta

Por Gus Fiaux

Criada há cerca de vinte anos, a série animada do Super Choque era um programa muito à frente de seu tempo, discutindo temas sociais bem importantes como racismo, violência e luta de classes. Em 2020, muitos de seus temas continuam atuais, especialmente após os grandes protestos no mundo inteiro que pedem justiça para George Floyd, um homem que foi assassinado em um caso de brutalidade policial.

Abaixo, veja mais envolvendo o Super Choque:

Artista brasileiro imagina crossover entre Super Choque e Miles Morales, o Homem-Aranha

Produtor quer que o Super Choque apareça na série do Raio Negro

Super Choque: 10 curiosidades sobre a animação do herói

Com a onda de protestos nos Estados Unidos, uma cena da animação começou a ser compartilhada e viralizou nas redes sociais, e é um momento bem tocante que discute racismo e preconceito. Após saber disso, um dos criadores da série, Denis Cowan usou seu Twitter para falar sobre a importância da cena e agradecer aos fãs.

“Cerca de 49 mil curtidas… eu não tinha ideia de que as pessoas se sentiam assim… é incrível. Um ponto de esperança em um mundo que está louco atualmente.”

Você pode conferir o tweet abaixo (e clique na imagem para assistir ao vídeo):

 

O episódio em questão se chama “Filhos dos Pais”, e é o oitavo episódio da primeira temporada da série. Nele, vemos Virgil Hawkins passando a noite na casa de seu amigo, Richie Foley. No entanto, ele descobre que o pai de Richie é racista, fazendo vários comentários preconceituosos sobre pessoas negras. Posteriormente, Richie é sequestrado e Virgil precisa se unir ao Sr. Foley para salvá-lo.

Abaixo, veja os 10 melhores episódios da animação:

Super Choque infelizmente não está disponível em nenhum serviço de streaming no Brasil.

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux