Capa da Publicação

Senhor das Estrelas: Nova HQ da Marvel confirma que o herói é bissexual

Por Leo Gravena

A nova HQ de Guardiões da Galáxia se passa durante um período de 100 anos, que redefiniram o Senhor das Estrelas. Na nova edição da atual revista da equipe, escrita por Al Ewing, os leitores descobriram que, quando a arma elemental de Peter Quill explodiu algumas edições atrás e “matou” o líder da equipe, ele não morreu de verdade, mas sim foi transportado para uma realidade alternativa e, nela, entrou em um relacionamento bissexual e poliamoroso.

Após usar sua arma para livrar o universo 616 dos Novos Olimpianos, Quill é transportado para uma terra chamada Morinus, uma cidade-estado construída nas costas de uma grande tartaruga (via ComicBook). Lá, Quill passa 100 anos (aparentemente as pessoas não envelhecem rapidamente nesse mundo) com um casal que o resgatou assim que ele chegou, Aradia e Mors. Conforme a história se passa, um ano após ter chegado no local, o casal o convida para se juntar a eles, porém Quill recusa, já que ainda acredita que pode retomar seu relacionamento com Gamora.

Porém, uma década depois, Quill percebe que ele estará preso em Morinus por muito tempo e então decide fazer parte do triângulo amoroso, com os três personagens passando a entrar em um relacionamento poliamoroso.

Peter Quill bissexual Marvel

Cena de Guardians of the Galaxy #9

Cerca de 130 anos após Quill estar nessa nova realidade, os Novos Olimpianos encontram o trio e os perseguem por mais uma década. Ao final da edição, contudo, o Senhor das Estrelas consegue retornar para o universo 616 da Marvel, deixando para trás Aradia e Mors. Se veremos o personagem tendo mais relacionamentos com homens no futuro ainda não sabemos.

Nos quadrinhos, assim como nos filmes, Quill sempre foi conhecido por ser bastante “mulherengo”, sempre estando atrás de várias aliens. Mas como seu tempo em Morinus irá o afetar no futuro, apenas as próximas edições da revista devem explicar.

Confira também:

Imagem de perfil
sobre o autor Leo Gravena

Editor-Chefe | @LeoGravena
"...It was never going to be okay..."