Capa da Publicação

Ray Fisher, o Ciborgue de Liga da Justiça, acusa Geoff Johns de ameaçar sua carreira

Por Evandro Lira

O ator de Liga da Justiça, Ray Fisher, afirma que Geoff Johns usou de seu poder para ameaçar sua carreira durante as refilmagens de Liga da Justiça após a saída de Zack Snyder. Johns, na época, era chefe criativo da DC Entertainment.

Essa não é a primeira vez que o intérprete de Ciborgue faz acusações contra Johns. Já faz tempo que Fisher usa o Twitter para fazer alegações de comportamento inadequado contra Johns e o diretor Joss Whedon, que comandaram as refilmagens de Liga da Justiça.

Agora, Fisher lança mais uma vez acusações contra o executivo e produtor da DC:

“Durante as refilmagens de Liga da Justiça em LA, Geoff Johns me convocou ao seu escritório para menosprezar e censurar minhas tentativas (e as de meu agente) de levar queixas até a cadeia de comando adequada. Ele então fez uma ameaça velada à minha carreira. Este comportamento não pode continuar.”

Por enquanto, nem Joss Whedon e nem Geoff Johns se manifestaram à respeito dos comentários de Ray Fisher.

Vale ressaltar que nessa semana vários nomes importantes da DC foram demitidos, em uma inesperada ação de demissões em massa dentro da Warner Bros. Geoff Johns, por sua vez, continua trabalhando em várias propriedades televisivas e cinematográfica da empresa, como Stargirl e Mulher Maravilha 1984.

Fique com:

Imagem de perfil
sobre o autor Evandro Lira

Bacharel em Cinema e Audiovisual, potterhead das antiga, filho dos filhos do átomo, fã de mais coisas do que deveria, frequentemente falando sozinho no Twitter. Segue: @evandroslira