Capa da Publicação

O que é Armor Wars: Tudo sobre a nova série da Marvel

Por Gus Fiaux

Universo Cinematográfico da Marvel está sempre encontrando ideias originais e criativas para se expandir, ainda que alguns de seus maiores heróis tenham partido. A prova disso é Armor Wars, série que foi anunciada no Disney Investor Day 2020 e que vai contar com o Máquina de Combate como protagonista, lutando para preservar a tecnologia do Homem de Ferro para que não caia em mãos inimigas.

Essa série carrega em seu título o nome de um importante arco de histórias das HQs e pode trazer consequências bem significativas para o MCU, especialmente no que se refere ao legado deixado por Tony Stark. Mas afinal, qual é a história das HQs? E o que podemos esperar da série, que será lançada exclusivamente no Disney+ em algum momento dos próximos anos?

O que são as Guerras das Armaduras?

Nos quadrinhos, Armor Wars é o nome dado a um importante arco de histórias que aconteceu nas edições Iron Man #225-231, publicadas de dezembro de 1987 a junho de 1988. A história foi criada originalmente por David Michelinie Bob Layton, que assumiam o título do Vingador Dourado na época, juntos de Mark D. Bright e Barry Windsor-Smith.

A trama segue Tony Stark, cujo maior medo começa a se tornar realidade: ele vê que sua tecnologia está caindo em mãos inimigas. Células terroristas tentam recriar suas armaduras, enquanto vilões perigosos atacam e tentam ruir o império criado por ele. Ao mesmo tempo, ele acaba contando com a ajuda de vários heróis, como Scott Lang (o Homem-Formiga), Capitão América e os Vingadores da Costa Oeste. 

Esse pequeno arco de histórias ficou marcado como uma das melhores construções do Homem de Ferro, tanto em termos de narrativa quanto desenvolvimento de personagem, de modo geral. Por conta disso, a Marvel fez várias edições especiais e até mesmo homenagens ao arco, como em uma minissérie chamada Guerra das Armaduras que faz parte das Guerras Secretas de 2015. Ainda assim, nenhuma dessas histórias subsequentes se compara à original.

O que podemos esperar de Armor Wars?

Até o momento, pouca coisa foi revelada em relação a Armor Wars, a série do Disney+ que deve, de alguma forma, adaptar esse arco das HQs. Por enquanto, a informação mais concreta que temos é que a série será protagonizada por Don Cheadle, reprisando o papel de Máquina de Combate que ele interpreta desde Homem de Ferro 2, de 2009. Após anos como coadjuvante, ele finalmente terá espaço para ser protagonista.

De acordo com Feige, a história seguirá a mesma premissa dos quadrinhos, com a tecnologia Stark caindo nas mãos erradas. Essa proposta é interessante por abrir margem para muitas ideias que estão no ar desde Homem de Ferro 2, quando Tony começa a revisar projetos inspirados por suas armaduras aparecendo no mundo todo. É uma forma de manter o legado do herói vivo, ainda que ele tenha se sacrificado em Vingadores: Ultimato. 

Ainda não há previsão de lançamento para a série, mas acredita-se que ela possa sair entre 20222023. Vale frisar que é o primeiro grande lançamento do MCU (junto da série de Invasão Secreta) que não traz o nome de um herói ou equipe de heróis em seu título. Isso abre a margem para que mais personagens apareçam e tenham destaque, como os que iremos citar a seguir.

Quem mais estará em Armor Wars?

Até o momento, é bem difícil saber o que nos espera na série, levando em conta como a história deve ser modificada em relação ao material original para que a narrativa possa se encaixar no Universo Cinematográfico da Marvel. E mesmo assim, os fãs não param de especular sobre alguns rostos conhecidos que poderemos ver na série, como por exemplo…

Justin Hammer

Um importante vilão do Vingador Dourado nas HQs, Justin Hammer já foi adaptado ao MCU em Homem de Ferro 2, onde foi vivido por Sam Rockwell. Um industrialista bem menos brilhante e inteligente que Tony Stark, ele é visto como um idiota que, com a ajuda de Ivan Vanko, consegue replicar a tecnologia Stark em um exército de drones, mas acaba sendo preso por isso ao fim do filme.

O personagem ainda não retornou aos cinemas, exceto no curta-metragem Todos Saúdam ao Rei, onde aparece na mesma prisão onde o “falso Mandarim” vai parar. Como a trama da Guerra das Armaduras gira muito em torno de tecnologia roubada caindo em mãos erradas, faria total sentido ver Hammer de volta, fora das grades e se apropriando de todo o legado de Tony Stark.

Riri Williams

Durante o Disney Investor Day 2020, um dos anúncios mais interessantes feitos por Kevin Feige foi justamente o da série focado inteiramente em Riri Williams (a ser interpretada pela atriz Dominique Thorne), que nos quadrinhos é conhecida como Coração de Ferro. Ela é uma grande aprendiz de Tony Stark e é conhecida por ter um intelecto genial mesmo sendo muito jovem. Por isso, ela também já recriou sua própria armadura Stark em casa.

Ainda não sabemos se a série solo da heroína sairá antes ou depois de Armor Wars, mas levando em conta isso, seria interessante ver como a história dela é consequência direta do que irá acontecer na série do Máquina de Combate. Além disso, seria muito interessante ver toda a ideia de como Riri, como mulher negra, pode se inspirar em James Rhodes, enxergando-o como um herói pessoal.

Pepper Potts

Embora Gwyneth Paltrow já tenha declarado que não pretende retornar ao Universo Cinematográfico da Marvel, faria muito sentido ver Pepper Potts retornando para uma breve participação, ainda mais depois que ela ganhou a armadura de Resgate em Vingadores: Ultimato. A personagem tem uma grande ligação com Tony Stark e sua presença na série seria bem significativa para manter vivo o legado do herói.

Além dela, outros personagens associados a Stark também poderiam retornar, como Morgan Stark – a filha que Tony deixa para trás após se sacrificar em Ultimato – e até mesmo Harley Keener, um garoto que ajuda Tony a se recuperar em Homem de Ferro 3. Ainda assim, até o momento, nenhum desses personagens citados aqui foi confirmado na série.

Abaixo, veja todo o calendário de filmes do Universo Cinematográfico da Marvel:

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux