Capa da Publicação

Vingadores: Ultimato – Armadura utilizada por Pepper Potts teria um visual bem diferente!

Por Cristiano Rantin

Em Vingadores: Ultimato vimos os heróis se reunindo para destruir Thanos de uma vez por todas. Um dos momentos mais incríveis do filme foi quando Pepper Potts, a esposa do Homem de Ferro, surgiu com sua poderosa armadura para salvar o dia como a Resgate.

Novas artes conceituais divulgadas no artbook do filme, mostram que a armadura da heroína quase foi bem diferente, possuindo um visual bem mais agressivo e violento, sem ser tão refinada quanto a versão que vimos no filme. Outras artes mostram cores diferentes para a heroína, com uma das armaduras sendo inclusive uma réplica quase exata do traje de Tony Stark.

No começo houve muita hesitação em fazer uma armadura feminina,” conta Phil Saunders, artista conceitual que fez parte do projeto, revelando como foi o processo criativo da peça. “Havia muita preocupação nisso, sobre como ele seria recebido pelo público, então nós fizemos as artes iniciais serem um tanto mais andróginas e gênero neutro [como a armadura utilizada pela Riri Williams, uma garota de 15 anos nos quadrinhos] – e pra mim isso seria avançar em uma direção errada. Eu sentia que era estranho ter a armadura do Homem de Fero que sempre foi feita baseada no corpo de um homem, transformada como um padrão mecânico, e é isso que faz ele ser um uniforme heroico e não apenas o traje espacial ou algum pedaço de equipamento. Quando Tony coloca seu uniforme, ele se torna um herói no sentido grego clássico da palavra, ele se torna uma figura idealizada e eu pensei que a Pepper tinha que ter algo assim. Mais uma vez, eu queria fazer uma forma feminina forte do traje, sem que isso fosse algo sexualizado.

 

Eu só fiz uma arte na época, que foi a vermelha. Eu pensei em criar um padrão meio ‘dele e dela’. Eu apresentei o projeto e era a única armadura com formas femininas. […] Ele foi escolhido por Victoria Alonso [Vice-Presidente de produção] que disse ‘É assim que a Resgate precisa ser. Se eu fosse uma garotinha indo pro cinema, seria com esse brinquedo que eu gostaria de voltar pra casa. É esse que parece um super-traje feminino empoderador pra mim.'”

Confira as artes conceituais na nossa galeria abaixo:

Imagem de perfil
sobre o autor Cristiano Rantin

Jornalista • Mestrando em Comunicação Social pela UEL • Bruxo • Twitter: @ChrisRantin • "Eu sou o fogo e a vida encarnados. Agora e para sempre eu sou a Fênix!"