Capa da Publicação

Vingadores: Guerra Infinita – Kevin Feige não considera o fim do filme um gancho para “Ultimato”!

Por Gus Fiaux

Em 2018, a Marvel Studios lançou a primeira parte da épica conclusão da Saga do Infinito, trazendo o Titã Louco finalmente pondo seu plano em prática. Em Vingadores: Guerra Infinita, os heróis tentaram impedir o vilão, mas acabaram reféns da astúcia de Thanos, que dizimou metade do universo com um estalar de dedos.

Ainda assim, Kevin Feige, o presidente do estúdio e produtor do filme não considera o final de Guerra Infinita um cliffhanger (ou gancho) para Vingadores: Ultimato. No livro oficial de artes dos dois filmes, ele declarou que não tem essa visão porque acha o fim do primeiro filme muito contido e com uma resolução satisfatória:

“Um dos motivos pelos quais eu não considero [o fim de] ‘Guerra Infinita’ um gancho é porque o fim do filme não é sobre os heróis desaparecendo. O fim do filme é Thanos contente em um planeta, em uma vida idílica, fazendo exatamente o que ele nos disse que iria fazer: sentar e olhar para um universo grato. Ele teve sucesso, e esse é o fim do filme. Os Vingadores vão tentar pará-lo? Talvez. Eles vão. Mas eles não tiveram muita sorte antes, e eu não acho que ele está preocupado se eles vão ter muita sorte agora.”

Felizmente, Ultimato já nos deu essa resposta, uma vez que o Titã Louco é morto logo no começo do filme, decepado por Thor. E por mais que Feige não considere o final de Guerra Infinita um gancho, é impossível não vê-lo desse jeito, já que todos sabíamos que os heróis mortos retornariam assim que o filme acabou.

Na galeria abaixo, fique com artes conceituais de Ultimato:

Tanto Vingadores: Guerra Infinita quanto Vingadores: Ultimato estão disponíveis em DVD, Blu-Ray e mídias digitais.

Fonte: Comic Book

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux