Capa da Publicação

Venom – Eddie Brock absorve diversos Simbiontes em nova HQ!

Por Guilherme Souza

Deade que o Venom apareceu pela primeira fez nos quadrinhos, já vimos Eddie Brock, hospedeiro do simbionte alienígena, vivendo muitas aventuras e passando por muitas transformações, mas em Absolute Carnage #4, nova saga de Donny Cates, vemos o que talvez seja a forma mais poderosa de Brock.

Na saga, vemos o simbionte se desvinculando de Eddie e se hospedando no Hulk. O alienígena fez isso, pois o Carnificina aumentou seu poder exponencialmente e Venom sabia que Brock não tinha poder suficiente para derrotá-lo e acabaria morrendo.

Na nova edição, vemos o Carnificina absorvendo Venom em sua colmeia de simbiontes, se tornando ainda mais poderoso do que imaginávamos. Ele então assume uma nova forma e ganha novas habilidades, ficando ainda mais próximo de conectar o histórico de simbiontes na Terra a Knull, se tornando praticamente impossível de ser derrotado por Eddie.

Felizmente, as edições anteriores da saga nos mostraram uma máquina que é capaz de remover o código genético dos simbiontes da coluna de alguém, fazendo com que essa pessoa deixe de ser um alvo para o Carnificina. Assim que o Carnificina absorve o Venom, Eddie vai até essa máquina e abre um buraco nela, libertando os simbiontes que estavam presos lá e os absorvendo.

Os códigos absorvidos por Brock foram extraídos de personagens como Wolverine, Capitão América, Coisa e Outros, dando a ele habilidades singulares e criando uma nova versão do Venom, que inclusive tem asas! Em seu monólogo, o novo Venom cita todas as características que absorveu de cada hospedeiro anterior.

“As vozes de seus antigos hospedeiros gritando em minha mente. A voz do Capitão América esbravejando ordens e estratégias de guerra. A fúria do Wolverine correndo pelo meu sangue e fogo antigo. Eu vejo através dos olhos afiados do Gavião Arqueiro. A força inabalável do Coisa transformando meus músculos em pedras. Eles todos se combinam dentro de mim. Muitas vozes se tornando uma. Nós somos a fúria dessa cidade sangrenta. Protegidos pela armadura de uma legião vingativa. Todos nós. Porque nós somos mais fortes quando estamos juntos. E juntos… Nós. Somos. Venom.”

Isso certamente fica cada vez mais divertido e interessante.

Confira a imagem do novo Venom em nossa galeria:

Fonte: CB

Imagem de perfil
sobre o autor Guilherme Souza

Outra grande manchete: 'Água, molhada!'