Capa da Publicação

Star Wars – George Lucas presta tributo a Peter Mayhew, o Chewbacca!

Por Evandro Lira

Na semana passada, os fãs de Star Wars foram pegos de surpresa por uma notícia triste. O ator Peter Mayhew, que interpretou o Chewbacca em quase todos os filmes da franquia, faleceu aos 74 anos. E claro, muitos dos seus colegas se manifestaram nas redes sociais, incluindo Mark Hamill (Luke) e Harrison Ford (Han Solo). E agora, foi a vez do criador de Star Wars, George Lucas, prestar sua homenagem ao ator.

Lucas escreveu um texto extenso para o The Hollywood Reporter, onde ele destacou a personalidade amável de Peter Mayhew, além de relembrar do dia em que eles se conheceram e quando o ator foi contratado para viver o Wookie em Star Wars: Uma Nova Esperança:

“Eu precisava de alguém muito alto para ser o Wookie. Mas nós estávamos tendo dificuldade em encontrar alguém na Inglaterra, onde eu fiz a maioria dos meus filmes. Eu disse: ‘Isso é loucura. Onde estão todos os jogadores de basquete?’ Mas depois de meses de tentativas, o diretor de elenco disse: ‘Eu encontrei um!’ Ele era atendente de hospital nesta pequena cidade inglesa. Então eu me encontrei com ele. E assim que Peter se levantou, eu disse: ‘Você conseguiu o emprego'”.

O cineasta conta que vários atores do filme foram contratados pelo trabalho corporal que fariam, incluindo Mayhew, que apesar de ser enorme, ainda precisou usar sapatos para ficar mais alto.

“Nós chamamos de um casting de mímica porque era realmente sobre pessoas controlando seus corpos. Você não está realmente procurando pela voz – você coloca isso depois; é um pouco como dublar um filme francês. Você está procurando a estatura e a maneira como eles se movem. Darth Vader teve que se pavonear. C-3PO tinha que ser maleável, porque o traje restringia seus movimentos. E Chewie precisava se mover de maneira lenta mas ao mesmo tempo dura, o que Peter fez perfeitamente. Ele não era alto o suficiente – ele tinha dois metros e dezoito e eu queria dois metros e vinte e cinco – mas colocamos sapatos de salto alto nele. Ele até aprendeu a fazer o rugido de Wookie, mas nós pegamos e usamos sons reais de animais para dar autenticidade.”

Mesmo com o sucesso de Star Wars, George Lucas conta que Mayhew se manteve trabalhando no hospital, e foi só após o término da trilogia original, que passou a ganhar vida com aparições públicas em eventos e festivais.

“Peter era maravilhoso, um homem maravilhoso. Ele manteve seu emprego no hospital durante os três primeiros filmes. Mas ele se apaixonou pelo personagem. E então, quando Star Wars cresceu, e ele começou a fazer mais festivais e aparições públicas, ele percebeu que poderia realmente ganhar a vida apenas com as aparições pessoais. Ele era muito gentil, muito doce, muito fácil de se conviver. Ele era mais como um Wookie do que imaginei que fosse um Wookie. Originalmente, eu imaginava Chewie como uma fera grande e feroz, mas o Chewie de Peter não era realmente feroz. Não importa o quanto ele tentasse, ele não era feroz. Ele seria seu melhor amigo, até que ele ficasse com raiva, nesse caso se afaste. Ele era um gigante gentil. Ele era como meus cachorros. Eles são ótimos, são fofos, são maravilhosos – até você chegar perto da comida deles.”

Peter Mayhew faleceu devido a uma ataque cardíaco, deixando para trás uma esposa e três filhos. A Legião dos Heróis continua desejando força a toda a família e amigos do ator.

Fique com imagens de Star Wars: A Ascensão Skywalker:

Fonte: CB

Imagem de perfil
sobre o autor Evandro Lira

Bacharel em Cinema e Audiovisual, potterhead das antiga, filho dos filhos do átomo, fã de mais coisas do que deveria, frequentemente falando sozinho no Twitter. Segue: @evandroslira