Capa da Publicação

O Justiceiro – Jon Bernthal fala sobre sua adoração pelo personagem!

Por Raphael Martins

A era das séries da Marvel na Netflix acabou, mas deixou saudades em muita gente. Isso inclui o elenco dessas atrações, que vez por outra falam em entrevistas ou em eventos o quanto esses trabalhos foram importantes para eles.

Em uma nova entrevista, Jon Bernthal, que viveu Frank Castle em O Justiceiro, falou um pouco sobre o quanto foi emocionante para ele interpretar o anti-herói da Marvel em sua própria série de TV, algo que o acompanhará pelo resto de sua vida.

Ao site, ele disse:

“Frank Castle está 100 porcento nos meus ossos e no meu coração. Ao longo dos anos, o personagem ressoou com a comunidade de aplicação da lei, de militares e com os leitores de quadrinhos, e ser parte disso é uma coisa que eu venero e sou enormemente grato. Frank Castle, seu lugar no mundo e sua jornada são coisas nas quais eu me entreguei de todo o coração. Ele sempre terá um lugar em meu coração e eu sempre serei muito protetor do personagem e do projeto.” 

Desde que as séries da Marvel na Netflix terminaram, existem rumores sobre elas continuarem em outras plataformas, como a Disney+. Bernthal disse na entrevista que não espera ser chamado de volta para viver o Justiceiro, mas que espera que seja feita justiça ao personagem:

“Para mim, com Frank, não é sobre se eu vou fazê-lo de novo ou não, é sobre fazer a coisa certa. Eu me importo muito sobre entendê-lo corretamente, e isso é meio onde começa e termina comigo. Eu só quero dar às pessoas para quem ele significa tanto o Frank Castle que elas merecem. Isso é meio como eu estou em relação a isso. Eu amo Frank. Sempre amei, sempre vou amar.”

Vocês gostariam de ver Jon Bernthal como o Justiceiro novamente? Comentem!

Fique com imagens de O Justiceiro na nossa galeria:

Fonte: EW

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael