Capa da Publicação

Kevin Feige explica o rompimento da Marvel Studios com a Marvel Entertainment!

Por Gus Fiaux

Universo Cinematográfico da Marvel está cada vez mais firme e forte, mesmo após o fim da Saga do Infinito. No entanto, há alguns anos, o estúdio teve “problemas” com a Marvel Entertainment, o conglomerado que compreende todas as mídias da editora, o que levou a uma cisão completa entre a Marvel Studios e a Entertainment. Desde então, Kevin Feige e sua equipe respondem diretamente a Bob Iger Alan Horn, os chefes da Disney.

Em entrevista ao The Hollywood ReporterKevin Feige explicou um pouco de como essa cisão foi benéfica ao Universo Cinematográfico da Marvel. De acordo com ele, um dos motivos era a pressão exercida por Ike Perlmutter, o presidente da Marvel Entertainment, que entre outras coisas, proibia o uso de personagens que não fossem brancos e mulheres em destaque nos filmes:

“Esse é um dos motivos. Há muitos lados nessa história. Você pode pegar o livro de Bob Iger, ‘The Ride of a Lifetime’, para se informar mais sobre isso, mas sempre fez sentido. Nós já tínhamos feito dez ou mais filmes, e precisávamos de outra maneira de prosseguir.”

Além disso, Feige também explicou a importância de Alan Horn nesse novo status quo da Marvel Studios. De acordo com ele, o chefe da Disney mentora as produções do MCU, sempre atento ao roteiro e aos cortes dos filmes. Ele também explica que, apesar de Horn não conhecer tanto dos quadrinhos, isso dá uma perspectiva “de fora” para a equipe:

“Alan Horn é um tremendo líder e um ótimo mentor. Ele veio logo depois que ‘Os Vingadores’ saiu, e tem nos dado tanto apoio e ótimos conselhos. Ele lê todos os rascunhos de roteiro e assiste a cada corte dos filmes. Ele não é tão consciente da mitologia da Marvel quanto nós, e isso é importante porque queremos nos policiar e não nos perder de vista do nosso público. E ele e Alan Bergman têm uma ótima visão para isso.”

A cisão da Marvel Studios com a Marvel Entertainment foi uma das melhores coisas que já aconteceu à saga da editora. De acordo com muitos rumores e notícias, o presidente da Marvel Entertainment na época, Ike Perlmutter era muito radical nos limites que dava aos filmes, proibindo Feige e sua equipe de se debruçarem em ideias mais arriscadas.

Na galeria abaixo, fique com artes de Viúva Negra, o próximo filme do Universo Cinematográfico da Marvel:

Viúva Negra chega aos cinemas em maio de 2020.

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux