Capa da Publicação

Coringa – Diretor detalha como foi difícil fazer Joaquin Phoenix aceitar o filme!

Por Lucas Rafael

Joaquin Phoenix é um ator conhecido por ser seletivo. Não importa o cachê, o cara não aceita fazer qualquer filme. Vale lembrar que ele negou ser o Doutor Estranho para a Marvel, não querendo tomar parte em uma grande franquia. O diretor de Coringa, Todd Phillips, teve que ralar – por meses, segundo ele – para conseguir o sim do ator.

Em nova entrevista com o Deadline, Phillips falou sobre Coringa, a natureza magnética do personagem e como foi complicado conseguir Phoenix para o papel.

Segundo o diretor, Coringa é um papel muito atrativo para bons atores:

“Todos esses atores que interpretaram o Coringa no passado trouxeram algo diferente. O personagem atrai ótimos atores já que não existem regras para o Coringa, ele é a definição de um narrador não confiável. Então atrai ótimos atores. Jack Nicholson, Heath Ledger, Jared Leto, é bem interessante, atores únicos, cada um à sua maneira, já que podem mergulhar no papel e fazer algo próprio.”

Phillips continuou, afirmando que desde a concepção da ideia do filme, só conseguia pensar em Phoenix para o papel:

“Penso em quando eu sugeri o filme para a Warner Bros. – sugeri o filme já com Joaquin. Eu não tinha o sim de Joaquin, mas só para eles imaginarem Phoenix, imaginar esse estudo profundo, mergulhando na cabeça de um vilão fascinante.”

E aí é que morava o pulo do gato. Segundo Phillips, conseguir Phoenix foi o maior desafio:

“Muitos atores tem resistência em pisar nesse mundo por causa das implicações que vêm com ele. Sei que já ofertaram um filme de quadrinhos para Joaquin antes, e eles sempre rejeitou. Então não foi fácil, mas ele leu o roteiro e tivemos essas longas reuniões que duraram por, sinceramente, meses, falando sobre como o filme poderia ser, como seria o visual, o sentimento. Acho que ele também estava me sondando da mesma maneira que sondava a ideia de fazer um filme desse tipo.”

E no final, Coringa virou um sucesso de crítica e bilheteria. Final feliz para o diretor e protagonista!

O que você achou de Phoenix no papel? Valeu a pena o esforço do diretor? Comente!

Na galeria abaixo, fique com imagens do longa:

Coringa está em cartaz nos cinemas.

Imagem de perfil
sobre o autor Lucas Rafael

Redator. Entusiasta de coisas demais