Ações da Netflix ficam negativas durante o último ano!

Capa da Publicação

Ações da Netflix ficam negativas durante o último ano!

Por Guilherme Souza

Por muito tempo, a Netflix foi a pioneira das plataformas de streaming e se manteve como a líder de mercado, mas com a chegada de novas plataformas e a remoção de conteúdos do catálogo que não são produzidos pela Netflix, a plataforma acabou perdendo sua força e, pela primeira vez, suas ações se mostram negativas no mercado.

Em julho desse ano, a plataforma anunciou uma queda no número de inscritos, fazendo com que suas ações tivessem uma desvalorização de mais de US$ 17 bilhões no mercado, representando uma queda de 10 pontos por cota. Agora, a CNBC anuncia que as ações da empresa fecharam no negativo durante a cotação da última segunda-feira.

As quedas são resultado da saída de The Office do catálogo, uma das séries mais populares da plataforma, que passará a ser exibida exclusivamente pela Peacock, nova plataforma da Universal. Além disso, tivemos o anúncio das plataformas da Disney e Apple, que chegam forte ao mercado com catálogos robustos e grandes produções originais.

Reed Hastings, CEO da Netflix, estava ciente de que essa queda aconteceria com a chegada de novos concorrentes, porém não comentou sobre as estratégias da empresa para tentar se sobressair a isso.

“Embora nós tenhamos competido com muita gente na última década, um mundo totalmente novo começa em novembro…entre os lançamentos da Apple e da Disney, sem falar do crescimento da Amazon,” disse Hastings. “Será uma competição difícil. Os consumidores diretos terão muitas escolhas.” 

A chegada de concorrência abre um leque de opções para os consumidores, que terão de decidir entre assinar mais de uma plataforma ou escolher aquela em que os conteúdos mais lhe agradam.

Confira:

Fonte: CB

Imagem de perfil
sobre o autor Guilherme Souza

Outra grande manchete: 'Água, molhada!'