Capa da Publicação

Sangue de Stan Lee foi usado para autografar revistas do Pantera Negra!

Por Felipe Vinha

O estranho caso de bizarrices e crimes envolvendo pessoas em torno de Stan Lee continua. Após sofrer golpes financeiros e ter seu sangue roubado, conforme noticiado há alguns dias e semanas, o site TMZ descobriu agora que o tal sangue foi usado para autografar algumas publicações da Marvel, vendidas oficialmente em lojas.

O TMZ relata que há revistas do Pantera Negra à venda na loja Marvel Avengers S.T.A.T.I.O.N., em Las Vegas, assinadas por Stan Lee e com tinta feita a partir de seu sangue. Um certificado de autenticidade acompanha a publicação, para provar que é, de fato, o DNA de Lee.

As revistas Rise of the Black Panther são vendidas em duas formas: uma com assinatura azul, que custa US$ 250, e outra com assinatura dourada, que sai por US$ 500. Não fica claro se Stan Lee sabia que a assinatura utilizava seu próprio sangue, ainda que as revistas acompanhem um certificado.

Anteriormente, foi descoberto que um ex-sócio de Stan Lee, ainda não identificado, convenceu uma enfermeira que faz seus cuidados médicos a extrair sangue de seu paciente em outubro do ano passado, para comercializar canetas. Na verdade, tanto sangue foi retirado que teria deixado Lee tonto. O homem em questão forjou um documento que autorizava a extração.

Agora, os representantes legais de Stan Lee consideram ir atrás do homem responsável pela venda e pela extração de sangue, mas ainda não há novidades adicionais sobre o caso.

Veja imagens com o certificado e as revistas assinadas, em nossa galeria de Pantera Negra, abaixo:

Imagem de perfil
sobre o autor Felipe Vinha

Já tentei salvar o mundo de uma invasão alienígena, mas hoje me contento em ser jornalista. Gosto de quadrinhos e suas adaptações na TV ou cinema, animes, tokusatsu, games (de luta principalmente) e tecnologia. Vamos trocar uma ideia no Twitter @felipevinha