Capa da Publicação

Mulher-Maravilha – “Batman Begins” e “Superman: O Filme” influenciaram o longa da Amazona!

Por Lucas Rafael

A estreia de Diana Prince (Gal Gadot) nas telonas em 2017 animou muita gente, oferecendo um filme de qualidade que abocanhou uma bilheteria enorme e se tornou um sucesso de crítica. Agora, o diretor de fotografia Matthew Jensen discutiu alguns detalhes sobre a produção do longa da Amazona, começando sobre como Superman: O Filme, de Richard Donner e Batman: Begins de Cristopher Nolan inspiraram a estreia de Mulher-Maravilha nas telonas.

Quando questionado pelo HeroicHollywood sobre a cena em que Diana sai da trincheira e avança em direção ao fogo inimigo, acompanhada de uma trilha-sonora épica, Jensen explicou o seguinte:

“Sabíamos que queríamos que fosse uma sequência estelar, e acho que a abordagem foi…olhe, nós estávamos realmente introduzindo a Mulher-Maravilha pela primeira vez e queríamos fazer justiça. Se você pensa na entrada de Superman no filme de Richard Donner, é espetacular. E a entrada de Batman em Batman Begins. Esses foram meio que o caminho das pedras que tínhamos e sentíamos uma grande responsabilidade em entregar um momento. Aquele em que a Mulher-Maravilha aparece, que pessoas comemoram. Então, conversamos bastante sobre como faríamos aquilo e, parte da estratégia que tínhamos era tentar aumentar a tensão no filme quanto mais ela chega perto do front. Você sabe que ela é a Mulher-Maravilha, você sabe que ela possui essa habilidade extraordinária e está ficando mais e mais caótico quanto mais eles se aproximam da guerra. Existem mais e mais gritos e berros e imagens horríveis. Fisicamente, eles estão passando pela lama e é mais alto e todo o tempo estão falando para Diana, ‘não, não, não, não faça isso. Não saia do caminho. Temos um plano. Você não pode ajudar essas pessoas. Não pode salvá-los.’ Então, sabíamos que se continuássemos a apresentar esses obstáculos para ela, que o momento em que ela surgisse e dissesse, bem, não vou fazer o que vocês estão dizendo, esperançosamente, as pessoas iriam celebrar.”

Jensen também comentou sobre como ele a diretora, Patty Jenkins, trabalham com o departamento de estilistas para criar uma roupa que ajudaria a personagem em se destacar durante a sequência icônica:

“Se tornou sobre escolher a imagem certa para destacar seu impacto e, realmente, nós trabalhamos de trás pra frente. Sabíamos que teríamos essa paisagem legal de ciano, cheia de lama e muitos tons escuros no frame e, sabíamos que queríamos que a Mulher-Maravilha se destacasse naquele ambiente. Então, trabalhamos com as pessoas do traje para criar um traje, por exemplo, que fosse um pouco mais saturado de cor do que o que ela usa no restante do filme, para que essencialmente, tudo ficasse mais legal com seu traje em destaque. Nós a iluminamos de maneira romântica, no sentido de pintura renascentista clássica, tentando destacar o vermelho e o dourado contra uma paisagem fria, era o que queríamos conquistar visualmente. Acho que a combinação de todos os elementos levou ao momento que esperávamos, mas então, acho que ganhou ainda mais significado ao entrar na cultura pop e na esfera do público. Assumiu mais significado do que poderíamos ter previsto e, com sorte isso ressonou de uma maneira poderosa.”

Além disso, o cinematógrafo falou sobre as discussões que teve em retornar para a sequência: “Sim, tive conversas. Estou muito interessado em voltar. Sim, estamos tentando polir alguns detalhes, então, vamos ver o que acontece.” Já sobre as afirmações de Patty Jenkins acerca de Mulher-Maravilha 2 ser um filme bem diferente do primeiro, Jensen já tem uma ideia de qual será o visual da sequência: “Tive algumas ideias, mas está cedo no jogo agora. Vamos ver o que acontece.”

E aí, o que achou das declarações de Jensen? Na expectativa para Mulher-Maravilha 2?

Veja imagens da Mulher-Maravilha em nossa galeria:

Imagem de perfil
sobre o autor Lucas Rafael

Redator. Entusiasta de coisas demais