Top 10 – Melhores títulos da Vertigo!

Capa da Publicação

Top 10 – Melhores títulos da Vertigo!

Por Felipe de Lima
Imagem de capa do item

Homem Animal

Nesta história, Grant Morrison prova mais uma vez que pode pegar personagens obscuros e fazê-los interessantes.

Homem Animal é um herói entre o sucesso e a lama. Naturalmente, um homem com uma ligação especial com o reino animal também seria um ativista dos direitos dos mesmos, mas como herói, Buddy Baker descobre que não há definição de certo ou errado. Cada decisão que ele toma requer algum sacrifício da moralidade. É um mundo complexo tornado ainda mais difícil pelos poderes e responsabilidades conferidas ao Homem Animal.

Imagem de capa do item

Vampiro Americano

Scott Snyder prova que consegue fazer algo melhor quando é colocado de frente com uma história mais sombria.

Vampiro Americano satiriza a maneira com a qual vampiros são retratados na cultura pop atualmente, mostrando-os com os verdadeiros monstros que são. E tudo fica ainda mais completo e atraente quando a arte do brasileiro Rafael Albuquerque é adicionada.

O titulo é provavelmente a melhor história em andamento na Vertigo, e eu garanto que Skinner Sweet ainda tem muita história pra contar.

Imagem de capa do item

Livros da Magia

Nenhuma das sequencias de Livros da Magia conseguiu chegar perto da qualidade dos quatro originais de Neil Gaiman.

Tim Hunter é um garoto normal que tem algumas habilidades extraordinárias. Ele tem uma escolha a fazer: Seguirá a magia, ou viverá uma vida normal?

Tim viaja pelo mundo mágico. Isso é Harry Potter antes de Harry Potter, com Neil Gaiman melhor que nunca.

Imagem de capa do item

100 Balas

Imagine 100 balas ultra sensíveis. Cada uma com um único propósito, cada tiro com um único significado. Essa é a premissa da obra prima noir de Brian Azzrello.

A série nos mostra a vida de uma perspectiva que confronta nossa noções de bem ou mal. Chegando inteligente como sempre foi ao nosso sétimo lugar.

Imagem de capa do item

Fábulas

O que aconteceria se os personagens das fábulas que você ouvia quando era criança fossem reais e viessem para o nosso mundo? Essa é a premissa da história de Bill Willingham.

Fábulas dá uma real humanidade para aqueles personagens, nos levando a questionar o que acontece quando um conto de fadas termina. Mesmo a série estado próxima de um fim, ela merece seu lugar aqui.

Imagem de capa do item

Y: O Último Homem

Yorick Brown tornou-se o último homem da Terra após a morte súbita de todos os outros homens do planeta. Ele, ao lado de seu macaco, viajam o mundo atrás de respostas. Por que só Yorick sobreviveu? Existe uma cura?

Todas essas perguntas vão sendo respondidas ao longo da jornada em 60 edições. A história de Brian K. Vaughan mistura humor com tragédia para criar um incrível trabalho com relevância social.

Imagem de capa do item

Preacher

Deus nos abandonou, e agora o pregador Jesse Custer, possuído pela entidade Gênesis, pode mandar qualquer pessoa fazer o que ele quiser.

Preacher oferece um olhar diferente sob a hipocrisia e a fé, tal como a violência e o humor. A procura de Custer e seus parceiros por Deus, na espera que ele conserte as coisas, não é fácil e concede à história de Garth Ennis nosso quarto lugar.

Imagem de capa do item

Monstro do Pântano

Ao longo dos anos, houveram boas histórias do Monstro do Pântano, mas nada que se compare com o que Alan Moore fez ao personagem.

O escritor pegou um personagem lado-b e o transformou em um complexo anti-herói. Suas histórias são repletas de questões ambientais, momentos psicodélicos e um personagem que cresce ao descobrir o incrível poder e força do amor.

Seu confronto com o Batman pode não se encaixar no contexto da série, mas garante ao Monstro do Pântano um lugar nessa lista e na elite da DC.

Imagem de capa do item

Sandman

A escolha da segunda posição foi mais difícil do que a da primeira. Aqui coloco Sandman, por ter realmente mudado a industria dos quadrinhos.

Sandman imagina um mundo onde sete entidades, mais poderosas que qualquer deus, representam diferentes estados físicos e emocionais da vida. Ao longo de seis anos, 10 volumes e 75 edições, Morpheus experimenta os anos mais desaviadores de sua existência.

Sandman é um tributo à criatividade, aos contos de fadas e aos sonhos perdidos. É o testamento de toda boa história já contada e um dos maiores trabalhos encontrados na grande biblioteca da DC.

Imagem de capa do item

Hellblazer

John Constantine é homem sem igual, o maior personagem sombrio da DC já experimentou todos os tipos de inferno pessoal e quase morreu de câncer. Hellblazer já passou pelas mãos de grandes roteiristas e artistas, como James Delano, Garth Ennis, Warren Ellis, Mike Carey e Brian Azzarelo. Nada que possa se dizer ruim.

Depois de mais de duas décadas na Vertigo, a série foi transferida para o universo principal da DC, em 2011. Atualmente Constantine é um dos membros da Liga da Justiça Sombria.

Vale lembrar que, além do filme de 2004, existe uma série de TV baseada nas histórias do ocultista.

Imagem de perfil
Felipe de Lima

Pelo poder da verdade, eu, enquanto vivo, conquistei o universo. Me segue no twitter @tearsgodown