Capa da Publicação

Os 10 melhores momentos da Feiticeira Escarlate nas HQs!

Por Gus Fiaux

A Feiticeira Escarlate é uma das personagens mais importantes da Marvel Comics, e já está dando o que falar nos cinemas graças à sua participação nos filmes dos Vingadores. Com uma rica história de origem e poderes divinos, ela é uma das personagens mais multifacetadas da editora. E é por isso que aqui, você vai testemunhar os 10 melhores momentos da história da heroína!

Como Wanda Maximoff teve uma história muito tumultuada e triste, nem sempre seus melhores momentos mostrarão ela boa e feliz. Alguns dos itens desta lista exploram toda a degradação da heroína causada por vários problemas psicológicos. Ainda assim, é preciso ressaltar que a personagem tem uma jornada sensacional!

Créditos: Marvel Comics

Imagem de capa do item

Wanda Maximoff, uma Vingadora

Quando surgiu nas HQs, ao lado de seu irmão, o Mercúrio, a Feiticeira Escarlate era considerada uma vilã dos X-Men, trabalhando na Irmandade dos Mutantes ao lado de Magneto. Ainda assim, tanto ela quanto Pietro nunca tiveram interesse em cometer crimes, e o maior ponto de virada de suas vidas se deu quando eles se uniram aos Vingadores.

A partir de Avengers #16, o Capitão América selecionou uma equipe de ex-vilões para a nova formação dos Heróis Mais Poderosos da Terra. Além dos dois, o Gavião Arqueiro foi oficializado como membro do grupo e a Viúva Negra passou a fazer participações esporádicas. A partir daqui, Wanda Maximoff passou a trilhar o caminho do heroísmo.

Imagem de capa do item

Até um androide pode se casar

Anos lutando ao lado dos Vingadores, a Feiticeira Escarlate começou a desenvolver sentimentos românticos por um membro... inusitado. O Visão podia ser um androide criado por Ultron, mas ele acabou se provando tão real quanto qualquer homem, desenvolvendo fortes sentimentos por Wanda. Assim sendo, os dois heróis se casaram.

Claro que isso não foi muito aceito por todos. Durante muito tempo, o Mercúrio encrencou muito com sua irmã, por não achar o relacionamento dos dois válido. Ainda assim, eles enfrentaram o preconceito e se provaram um dos casais mais duradouros da equipe, ainda que essa relação não vigore mais atualmente.

Imagem de capa do item

Aventuras conjugais

Logo após o casamento com o Visão, a heroína ganhou seu primeiro título "solo", dessa vez ao lado do marido. Juntos, eles enfrentaram muitos problemas e inimigos variados. Um dos vilões foi ninguém menos que Magneto, que na época acreditava-se ser pai da Feiticeira Escarlate - algo que infelizmente foi desfeito por quadrinhos mais atuais.

Em suas aventuras conjugais, tivemos uma oportunidade melhor de conhecer a psiquê de Wanda Maximoff e o que tornava sua relação com o Visão tão real. Também foi nessa época, mais ou menos, que ela passou a descobrir os pormenores de seus poderes, e toda a relação que sua "mutação" tinha com a Magia do Caos, enquanto enfrentava monstros aqui e acolá.

Imagem de capa do item

Uma bruxa no comando

Wanda Maximoff nunca teve muito espaço de liderança nas HQs. Até hoje, foram raras as vezes que ela assumiu as rédeas dos Vingadores, ainda que sempre se mostrasse apta para comandar uma equipe, dentro e fora de batalha. Felizmente, na década de 90, ela pode liderar a Força Tarefa, um grupo dissidente dos Vingadores da Costa Oeste.

Embora o Homem de Ferro constantemente se metesse a sabichão e puxasse o tapete embaixo de Wanda, foi um ótimo período para a heroína. Ainda que a equipe não seja tão lembrada, foi justamente nela que a personagem teve um desenvolvimento mais maduro, lidando com questões relacionadas à sua participação - até então coadjuvante - em equipes heroicas.

Imagem de capa do item

Perdendo a cabeça...

Na década de 90, a Feiticeira Escarlate passou por maus bocados. Ela ficou grávida do Visão, e teve dois filhos gêmeos. Posteriormente, no entanto, foi revelado que as crianças haviam sido criadas involuntariamente por Wanda, a partir de pedaços da alma do demônio Mefisto. Ela enlouqueceu, e os Vingadores apagaram sua memória para que ela não se lembrasse disso.

Anos depois, ela acabou se lembrando de todo o ocorrido, e sua mente se fragmentou de uma forma catastrófica. Em Vingadores: A Queda, ela destruiu a equipe de dentro para fora, inclusive assassinando três membros importantes - incluindo seu ex-marido, o Visão. Foi um dos momentos de maior instabilidade mental e emocional na vida da heroína...

Imagem de capa do item

Uma nova realidade

Enquanto esteve debilitada mentalmente, Wanda foi muito manipulada por Pietro, e isso resultou em sua maior demonstração de poderes. Usando suas habilidades de alteração de realidade, aliados à Magia do Caos, ela criou um novo universo, onde todas as vidas de seus aliados mais próximos se tornaram perfeitas.

O problema da Dinastia M é que alguns heróis, como o Wolverine e o Homem-Aranha, passaram a se lembrar de suas vidas passadas, e acabaram se reunindo para confrontar a Feiticeira Escarlate. Ainda assim, a saga em si mostra o quanto a heroína desafia até entidades cósmicas, com seu nível de poder divino.

Imagem de capa do item

"Chega de Mutantes"

Ainda falando de Dinastia M, não podemos deixar de citar o momento mais assustador da saga, quando Wanda Maximoff percebe que está cansada das manipulações de Pietro e até mesmo de Magneto, apenas para trazer benefícios à comunidade mutante - à qual ela pensava que pertencia na época.

Exausta, e mentalmente destruída, ela proferiu apenas três palavras que mudaram tudo. "Chega de Mutantes" foi o momento mais avassalador para os homo superior nas HQs, e devastou boa parte da população mutante no mundo todo. Após um simples encantamento, Wanda fez o maior genocídio da história, deixando apenas 198 com o Gene X ativo.

Imagem de capa do item

Retorno e redenção

Após os eventos de A Queda e da Dinastia M, a Feiticeira Escarlate passou vários anos sumida do Universo Marvel, até ter sido resgatada em Jovens Vingadores: A Cruzada das Crianças. Aqui, a equipe de Wiccano e Célere - que são a reencarnação de seus filhos - encontraram Wanda vivendo na Latvéria, dominada pelo Doutor Destino.

Uma vez livre de seu captor, Wanda Maximoff entrou em uma grande jornada de redenção. Ela ajudou a jovem Hope Summers a restaurar a raça mutante no planeta, enquanto tentou se provar digna de retornar para os Vingadores. É interessante ver a exploração do lado pessoal de Wanda, com ela lidando com sua depressão e com seus demônios internos.

Imagem de capa do item

Encontrando suas raízes

Durante a péssima saga Vingadores & X-Men: EIXO, a Marvel decidiu trazer um importante retcon para a origem da Feiticeira Escarlate e do Mercúrio nas HQs - por questões que todos sabemos envolver os direitos cinematográficos dos heróis. Em uma única revista, eles descobriram que não eram mutantes e nem filhos de Magneto.

E por mais ridículo que isso tenha sido, estragando anos de desenvolvimento da personagem, ao menos serviu para um momento belíssimo, que aconteceu na revista solo da heroína. Agora consciente de sua origem, ela foi atrás de suas verdadeiras raízes, encontrando sua mãe, Natalya Maximoff, que também já havia sido a Feiticeira Escarlate no passado.

Imagem de capa do item

Trazendo ordem à Magia do Caos

Em sua tortuosa jornada pela Estrada das Bruxas, retratada em sua revista solo mais recente, a Feiticeira Escarlate também teve oportunidades de mostrar seu poder. Dessa vez, ela foi responsável por uma salvação muito importante: a da própria Magia. Isso aconteceu porque uma série de eventos colocaram em risco a vida de bruxas ao longo do espaço e do tempo.

Munida de todas as suas habilidades, ela conseguiu restaurar toda a Magia do Caos, trazendo ordem e equilíbrio ao plano místico. Em sua jornada, ela também confrontou o perigoso Mago Esmeralda, um violento adversário de toda sua linhagem, que ainda não desistiu de encontrá-la e derrotá-la a fim de satisfazer seus próprios desejos sádicos.

Imagem de perfil
Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Demon to some... angel to others (ele/dele) || @gus_fiaux