Capa da Publicação

Jonathan Majors: Conheça a carreira do novo ator do Universo Cinematográfico da Marvel

Por Gus Fiaux

Jonathan Majors é um ator americano nascido em 1989 na Califórnia. Recentemente, ele começou a ganhar muito destaque no cinema e na televisão, conquistando diversos papéis importantes em produções muito conceituadas – e agora, ele também faz parte do vasto Universo Cinematográfico da Marvel, uma vez que vai interpretar Kang no futuro da saga.

Quando adolescente, Majors passou por vários problemas e dificuldades, chegando a morar em seu próprio carro para conseguir sobreviver. Porém, ele se encontrou no teatro e desde então trouxe seu enorme talento para o mundo.

Nesta lista, listamos alguns dos principais trabalhos do ator, para você conhecer mais da carreira de Jonathan Majors!

Imagem de capa do item

Do Not Disturb (2011)

A primeira aparição de Jonathan Majors nos cinemas veio através de um filme de terror antológico chamado Do Not Disturb (que originalmente tinha o nome New Terminal Hotel em seu lançamento nos cinemas, mas foi reeditado e renomeado em seu lançamento para DVD e mídias digitais, ficando mais conhecido por esse outro título).

Na trama, vemos Don Malek partindo em uma delirante jornada de vingança depois que sua namorada é morta em um hotel. O filme é composto por vários segmentos isolados que dialogam com essa história, e Jonathan aparece brevemente em um segmento de festa de formatura, com um personagem chamado Mike.

Imagem de capa do item

Quando Fazemos História (2017)

Embora tivesse começado a atuar em 2011, Majors nunca teve muitos papéis. Ele fez um telefilme em 2013, mas só voltou às telas em 2017, dessa vez na minissérie Quando Fazemos História, que foi ao ar na ABC e teve oito episódios. A série é focada na história da luta pelos direitos LGBTQIA+ nos Estados Unidos, seguindo a vida de vários ativistas da causa.

Nisso, Majors interpreta Ken Jones, um ativista de Nova Jersey muito importante para a luta LGBTQ+ na comunidade negra dos EUA. O curioso é que Jonathan faz a versão "jovem" do personagem, enquanto o Ken Jones adulto é interpretado por Michael K. Williams (Williams fez o pai do personagem de Majors em Lovecraft Country, anos depois).

Imagem de capa do item

The Last Black Man in San Francisco (2019)

No entanto, o primeiro grande sucesso de Jonathan Majors nos cinemas veio com o drama The Last Black Man in San Francisco. Aqui, seguimos um jovem chamado Jimmy Fails que precisa reconquistar a casa onde morou durante toda sua infância (agora transformada em uma mansão vitoriana devido à gentrificação em São Francisco).

Para isso, ele conta com a ajuda de um grande amigo, Montgomery Allen (vivido por Majors). Esse foi o papel que deu a maior projeção ao ator, sendo indicado a várias premiações e gerando uma alta procura para que ele fizesse parte de outros projetos. O filme foi produzido por Brad Pitt, mas teve sua campanha de financiamento iniciado no Kickstarter.

Imagem de capa do item

A Rebelião (2019)

2019 foi um ótimo ano para a carreira de Majors, uma vez que ele participou de diversos projetos diferentes. Entre eles, temos A Rebelião, um longa de ficção científica e ação dirigido por Rupert Wyatt (o mesmo diretor de Planeta dos Macacos: A Origem). Na trama, a humanidade precisa se rebelar contra uma raça de invasores alienígenas.

O longa segue a história de Gabriel Drummond (vivido por Ashton Sanders), um garoto vivendo na parte mais pobre de Chicago, que precisa encontrar seu irmão Rafe (Majors), o líder da resistência contra as forças alienígenas. Infelizmente, o longa foi um fracasso de bilheteria, mas tem coisas muito interessantes que merecem ser elogiadas.

Imagem de capa do item

Terra Selvagem (2019)

Embora seja mais conhecido por sua postura de bom moço, Jonathan Majors já interpretou vilões no cinema. Um bom exemplo disso é o drama Terra Selvagem, sobre a história de dois irmãos que precisam viver no submundo das lutas clandestinas. O filme é protagonizado por Jack O'Connell, Charlie Hunnam e Jessica Barden.

No longa, Majors faz o papel de Pepper, um gângster local. Stanley (Hunnam) deve dinheiro a ele, e precisa fazer cada vez mais lutas para conseguir arrecadar a grana. Essa dívida cria uma verdadeira catástrofe na vida dos irmãos, enquanto eles passam por situações desumanas para encontrar um futuro melhor.

Imagem de capa do item

Destacamento Blood (2020)

No ano passado, Jonathan Majors teve a oportunidade de atuar para um dos maiores cineastas negros de nossa geração, Spike Lee. Ele integrou o elenco de Destacamento Blood, o filme mais recente do diretor, que segue a história de um grupo de amigos que precisa voltar ao Vietnã para desenterrar um tesouro que deixaram lá durante a guerra no país.

No filme, Majors interpreta David, o filho de Paul (interpretado por Delroy Lindo). Os dois possuem uma relação tempestuosa e estão sempre discutindo, mas ao longo do tempo, passam a se valorizar mais. Depois que Paul morre, David retorna para casa e encontra uma carta de seu pai, o que fortalece o laço entre os dois.

Imagem de capa do item

Lovecraft Country (2020)

Também no ano passado, Majors conseguiu outro papel de muito destaque devido á série de TV Lovecraft Country, que foi ao ar na HBO e era baseada no livro homônimo de Matt Ruff. Na série, ele interpreta um homem chamado Atticus Freeman, que acaba de voltar da Guerra da Coréia e precisa partir em busca de seu pai, que está desaparecido.

Apesar de carregar "Lovecraft" no título, a série não mergulha na mitologia do autor, mas tenta desenvolver mais do horror cósmico através de uma nova perspectiva. Atticus tem um papel importante, por ser descendente direto de um mago poderoso - mas é renegado da sociedade dos Filhos de Adão por ser negro. A partir daí, ele deve lutar para conquistar o que é seu de direito.

Imagem de capa do item

Loki (2021-)

Para a surpresa de muitos, o ator também acaba de aparecer na finale da primeira temporada de Loki, a nova série do Universo Cinematográfico da Marvel. Na trama, ele interpreta Aquele Que Permanece, o grande vilão misterioso por trás da Agência de Variação Temporal. Ele é uma figura bem interessante, que criou a linha temporal principal do MCU.

No entanto, ele também é apenas uma Variante de outro personagem que deve ser bem importante no futuro da Marvel: Kang, o Conquistador. E a julgar pelo final da primeira temporada de Loki, essa versão do vilão deve retornar no segundo ano da série, antes de aparecer em outros filmes da franquia.

Imagem de capa do item

Próximos projetos

Cada vez mais em alta em Hollywood, Jonathan Majors já tem vários projetos confirmados no futuro. Ainda neste ano, ele deve participar do faroeste Vingança e Castigo, que está previsto para sair na Netflix e contará com Regina King, Delroy Lindo, Lakeith Stanfield e Zazie Beetz no elenco.

Porém, ele já está confirmado também em algumas franquias bem famosas. Sabemos que, em 2022, ele estará em Creed III, onde fará o principal rival de Adonis Creed. Depois disso, ele ainda retornará ao Universo Cinematográfico da Marvel em 2023, no papel de Kang, o Conquistador em Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania.

Imagem de perfil
Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Demon to some... angel to others (ele/dele) || @gus_fiaux