Harry Potter – Tudo que você precisa saber sobre a Lufa-Lufa!

Capa da Publicação

Harry Potter – Tudo que você precisa saber sobre a Lufa-Lufa!

Por Gus Fiaux
Imagem de capa do item

Etimologia

A Lufa-Lufa (Hufflepuff no original) é a única das quatro casas que não aparenta ter um significado oculto em seu nome.

Vale lembrar que o nome da casa, assim como todas as outras, derivou do sobrenome de sua fundadora, Helga Hufflepuff, e por conta disso, não é exatamente necessário ter um significado especial.

Imagem de capa do item

Símbolo

Representando a terra, a Lufa-Lufa tem como cores o amarelo e preto, e seu animal símbolo é um texugo.

Nos planos originais de J.K. Rowling, a casa seria representada por um urso.

Imagem de capa do item

Características dos Lufa-Lufanos

A casa de Lufa-Lufa é conhecida, entre todas as outras, por ser a mais receptiva de Hogwarts. Sua fundadora, Helga Hufflepuff, não buscava traços específicos em seus alunos, e era aberta a todos.

Ainda assim, a maior parte dos alunos da Lufa-Lufa é conhecido por seu trabalho, amizade, lealdade, honestidade e imparcialidade. A casa não é conhecida por rixas e brigas com outras casas, e é modesta e paciente.

Imagem de capa do item

Fundadora

Helga Hufflepuff (ou Helga Lufa-Lufa) era uma bruxa da era medieval, e fundadora da casa que levou o seu nome na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. Originária do País de Gales, ela se diferenciava dos outros fundadores por não procurar nenhum traço específico em seus alunos, tratando todos com igualdade e ensinando tudo que sabia a respeito de magia.

Amiga muito próxima de Rowena Ravenclaw, a fundadora da Corvinal, Helga era experiente em feitiços relacionados a comida, de modo que a maior parte de suas receitas ainda são utilizadas nos banquetes em Hogwarts. Ela foi a responsável por trazer elfos domésticos para trabalharem nas cozinhas da Escola, onde não seriam maltratados ou expostos à condições desumanas.

Imagem de capa do item

Objeto de valor

Helga Hufflepuff tinha uma relíquia bem distinta como recordação e que foi passada de geração em geração: uma pequena taça dourada, com duas alças laterais e um texugo entalhado, além de algumas joias.

Assim como os outros objetos dos fundadores, a taça possui poderes, ainda que eles nunca sejam explicitados ao longo da série de livros e filmes, e assim como o diadema de Corvinal e o medalhão de Sonserina, foi transformado em uma Horcrux por Voldemort, que o roubou de uma descendente de Helga.

Imagem de capa do item

Fantasmas e Diretores de Casa

O fantasma da Lufa-Lufa é o Frei Gordo. Pouco se sabe a seu respeito na série, exceto que foi um bruxo que estudou em Hogwarts, e depois passou a vida se dedicando ao clero. Sua morte se deu porque um clérigo suspeitou de suas habilidades de curar uma certa doença apenas olhando para o enfermo, acusando-o de heresia e executando-o.

Já a Diretora da Casa, durante a década de 90, foi a professora Pomona Sprout, da disciplina de Herbologia - uma disciplina que a maior parte dos alunos tem certa facilidade em aprender.

Imagem de capa do item

Sala Comunal

Sendo a única sala comunal que Harry não visita durante toda sua estadia em Hogwarts, a da Lufa-Lufa é localizada próximo à cozinha de Hogwarts. É a única casa que possui feitiços repelentes contra alunos de outras casas, e possui acesso através de alguns barris estocados do lado de fora.

O ambiente é descrito como aconchegante e familiar, e é espaçoso, possui o teto baixo e com decoração que relembra o elemento terra, além de plantas espalhadas por todos os cantos.

Imagem de capa do item

Membros famosos

A série possui alguns bruxos importantes vindos da Lufa-Lufa. Dentre eles, podemos citar Newt Scamander, o escritor de Animais Fantásticos e Onde Habitam.

Outros bruxos que podemos citar são Ninfadora Tonks, uma metamorfomaga - ou seja, uma bruxa com a habilidade de mudar sua própria forma - e Cedrico Diggory, um dos participantes do Torneio Tribruxo.

Imagem de capa do item

Legado

Apesar de sempre esquecida e menosprezada, tanto pelos outros bruxos quanto pelos próprios fãs, a Lufa-Lufa é uma das casas mais unidas e especiais da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. É, de todas as casas, a que formou menos bruxos malignos, se é que formou.

Contudo, é também - devido a regra de Helga Hufflepuff de aceitar a todos de braços abertos - uma casa que geralmente não possui grande importância na disputa pela Taça das Casas. Durante a Batalha de Hogwarts, a Lufa-Lufa e a Grifinória foram as casas com mais alunos envolvidos na guerra contra Voldemort e seus Comensais.

Imagem de capa do item

Curiosidades

Os alunos da Lufa-Lufa geralmente são exímios em Herbologia. Isso completa um ciclo, se lembrarmos que cada casa possui um forte em determinada área (Sonserina = Poções, Corvinal = Feitiços e Grifinória = Transfiguração).

Foi dito pela própria J.K. Rowling que a Lufa-Lufa é sua casa favorita, devido à natureza de aceitação e ao fato de seus membros não serem exibidos ou ambiciosos ao extremo. Além disso, ela disse que sua filha mais velha, Jessica, teria dito-lhe a seguinte frase: "Acho que todos deveríamos querer ser da Lufa-Lufa"

Imagem de perfil
Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Demon to some... angel to others (ele/dele) || @gus_fiaux