Capa da Publicação

Gotham – Pontos Fortes e fracos de “A Bitter Pill to Swallow”!

Por Mike Sant'Anna

Do outro lado temos Nygma tentando fazer o Pinguim voltar a ser o homem que um dia conquistou Gotham inteira.

Veja o que achamos do episódio.

Imagem de capa do item

Ponto Forte - Alfred voltou

Parece que minhas preces foram atendidas desde o episódio passado, pois um dos únicos pontos fracos do episódio passado foi exatamente que Alfred não estava presente em horas que ele deveria estar do lado de Bruce, e quando eu já estava preparado pra repetir o mesmo ponto fraco, ele chega pra salvar o dia, e o patrão Bruce. E mesmo quando eu achei que Bruce ia conseguir enganar o mordomo, Alfred mostrou que sempre teve tudo sob controle.

Imagem de capa do item

Ponto Forte - Cena do elevador

Algumas vezes os produtores de série com "não muito" orçamento vêem oportunidades fazer uma cena estética e plasticamente bonita. Isso costuma acontecer muito com séries com maior investimento como Walking Dead, Game of Thrones, Breaking Bad, etc.

Mas a cena do elevador nesse episódio de Gotham pode ter parecido simples, mas foi muito bem feita e foi a primeira parte da construção de todo um episódio voltado para um James Gordon "no limite".

Imagem de capa do item

Ponto forte - O bar secreto

Os bares secretos de vilões, onde você diz uma senha como "eu vou querer uma cerveja AZEDA" e o barman abre um compartimento secreto são quase clichês em algumas histórias de máfia e quadrinhos urbanos.

Seria quase obrigação de Gotham inserir um lugar desses na série, e ele foi muito bem estruturado. Ficou caricato na medida certa para receber o tom de quadrinhos, mas sem perder a credibilidade necessária.

Imagem de capa do item

Ponto forte - O método Batman

Eu ainda não consigo ver o Bruce Wayne que um dia irá virar o Cavaleiro das Trevas, e isso é bom, ainda é cedo demais pra isso. Mas quando Jim resolve interrogar um suspeito, colocando ele pendurado na janela, não teve como você se dizer "Eu já vi alguém fazer isso antes!"

Sim, no capítulo dessa semana, Gordon nos lembrou bastante de vários aspectos do morcego, como a constante luta interna para não "cruzar a linha", e a obstinação por respostas e pistas mesmo que isso custe sua segurança.

Imagem de capa do item

Ponto Forte - Não mexa com Gordon...

Como já foi dito, esse foi um episódio muito centrado no personagem de Jim Gordon, então várias nuances do personagem foram abordadas de uma maneira excelente.

Muitas pessoas vinham reclamando que Gordon estava perdendo um pouco de seu protagonismo, e seu "heroísmo", vamos concordar que isso já é uma coisa que ficou no passado, não é?

Pois essa semana vimos ele derrotar um assassino sem usar nenhuma arma, sobreviver a uma invasão de assassinos, e ainda ter tempo de soltar uma frase de efeito sobre os óculos do agora defunto.

Imagem de capa do item

Ponto forte - Dupla de psicopatas

Os arcos envolvendo o Pinguim e o Charada foram sensacionais, como já é de costume, mas é a primeira vez que vemos uma interação tão grande entre dois vilões tão icônicos do Batman durante tanto tempo num episódio, realmente te fez imaginar isso acontecendo nas páginas de um quadrinho.

Até mesmo as pequenas referências nas cenas eram ótimas, como por exemplo a maneira que a luz verde fora do apartamento sempre brilhava em cima de Nygma cada vez que ele dava uma de "Charada", e todo o processo que ele passou pra poder restaurar o Pinguim ao seu padrão normal de vilania. O que nos leva ao...

Imagem de capa do item

Ponto forte - Discurso do homem livre

Mesmo que eu já tenha listado o arco de Nygma e Cobblepot, o discurso final de Edward sobre como a mãe de Oswald era uma fraqueza pra ele e agora ele é um homem livre foi espetacular, intenso, dramático e estranhamente inspirador, (Sim, você se sentir entusiasmado por um discurso para incentivar uma pessoa a voltar a matar, feito por um vilão, deveria ser errado).

Imagem de capa do item

Ponto forte - Gordon Skywalker

A temporada inteira vem tratando aos poucos, de maneira sutil, sobre esse lado negro de Gordon, porém este episódio deu uma acelerada nas coisas culminando na explosão final dos sentimentos de Gordon, onde ele decidiria se ele seria forte ou sucumbiria ao lado negro da força, e tal como Luke Skywalker, Jim prevaleceu sobre sua escuridão, dando mais um passo para ser um dos únicos homens de confiança do Batman. Mesmo que essa decisão tenha sido abalada posteriormente por...

Imagem de capa do item

Ponto forte - um projeto de Hannibal Lecter

Ninguém realmente estava esperando por essa. O problema parecia resolvido, o tal Sr. Flamingo não parecia que seria uma ameaça tão cedo, e ouso dizer que imaginava que nunca mais o veria (ele tinha muito cara de um coadjuvante dispensável).

Mas ele foi responsável pelo que veio a ser a cena mais pesada e carregada do episódio, quando o canibal mata a policial Parks na base da mordida e nós a vimos agonizando em dor no chão. Sem sombra de dúvidas uma cena que deixou boa parte da audiência com os dois olhos arregalados sem piscar até que ela acabasse.

Imagem de capa do item

Ponto forte - A queda do morcego

Primeiramente, sim. Pra mim esse foi um episódio livre de pontos fracos. O que me leva ao meu segundo ponto que é a raridade de se ver um episódio em que o episódio em si seja um ponto forte.

Se houvesse um quadrinho desse episódio, sem nenhuma alteração, ele seria um ótimo quadrinho. Ele teve todo o clima e a pegada de uma série dos quadrinhos do Batman, A Queda do Morcego. Onde Batman, assim como Gordon fez, teve que lidar com uma série de vilões, um atrás do outro, em uma sequência incessante e cansativa, sem que nosso herói pudesse parar pra descansar, e que no fim ambos estavam quebrados...

A diferença é que o Batman quebrou a coluna, e Gordon quebrou o espírito ao ouvir a notícia da policial Parks.

--

E o que você achou do episódio?

Imagem de perfil
Mike Sant'Anna

Eu sou o melhor no que eu faço, mas o que eu faço... É bem retardado.